Captura de Pirarucu criado em cativeiro dá trabalho para três produtores em Ministro Andreazza



Porto Velho, RO - Dias atrás numa propriedade de Linha 3, em Ministro Andreazza, produtores tiveram um tremendo trabalho para retirar da água um pirarucu de quase dois metros, pesando cerca de 40 quilos.

A pescaria tinha por objetivo tirar o peixe para degustação, mas os pescadores ficaram surpresos com o tamanho do pescado, e tiveram um trabalhão para conseguir o intento.

Foram pelo menos duas horas de muito esforço, com três homens empenhados para concretizar a façanha, que só foi possível após o esgotamento de parte da água do tanque.

Toda a epopeia foi gravada, e o material editado contando até com trilha sonora está fazendo um tremendo sucesso

Saiba mais sobre a espécie:

O pirarucu (nome científico: Arapaima gigas) é um dos maiores peixes de águas doces fluviais e lacustres do Brasil. Pode atingir três metros e vinte centímetros e seu peso pode ir até 330 kg.[1].

É um peixe que é encontrado geralmente na bacia Amazônica, mais especificamente nas áreas de várzea, onde as águas são mais calmas. Costuma viver em lagos e rios de águas claras e ligeiramente alcalinas com temperaturas que variam de 24 a 37 °C, não sendo encontrado em zona de fortes correntezas e águas ricas em sedimentos.

É conhecido também como o bacalhau da Amazônia. Seu nome se originou de dois termos tupis: pirá, "peixe" e urucum, "vermelho", devido à cor de sua cauda.

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu