<

Adelino Follador participa da premiação do Projeto Harpia Rondônia em Joelândia


Na quarta-feira (08)o deputado Adelino Follador (DEM) participou, na EMEIF Paulina Mafini, distrito de Joelândia, em Ariquemes, da premiação do Projeto "Escolha um nome para o filhote de Harpia fêmea, nascida no ninho de Ariquemes”. Uma história muito bonita, em que a filhote de Gavião Real (em extinção), foi encontrada por um caminhoneiro a beira da estrada, e levada a Secretaria Municipal de Meio Ambiente - SEMA, aonde teve todos os cuidados, posteriormente foi localizado o ninho que nasceu sendo devolvida a natureza e passou a ser alimentada pelos pais. Hoje, voa no entorno da árvore e está sendo monitorada pelo Projeto Harpia, que atua em todo Brasil na preservação dessa espécie.

Com a parceria entre os órgãos ambientais, o Projeto Harpia, Secretaria Municipal de Educação, Servidores da Escola Paulina, pais e alunos, o evento se tornou uma grande atração, promovendo a conscientização e o envolvimento de todos. Foram premiados os três primeiros colocados dos alunos e professores.

A ideia de dar nome à ave chamou a atenção de mais de 300 mil pessoas na internet, que votaram nos nomes sugeridos por alunos da Escola, e ARUANA foi o mais votado, com 161.300 votos.

Aruana é um nome indígena que significa: “sentinela da natureza”, e foi escolhido por votação popular, a partir de três nomes selecionados entre 96 inscritos, é o segundo filhote de harpia que tem seu nome sugerido por crianças em Rondônia.

O deputado Adelino parabenizou a todos os atores envolvidos, afirmando que este acontecimento chamou a atenção do mundo através do Projeto Harpia, especialmente das pessoas que acompanham estas aves, que vivem em algumas regiões das Américas, e Rondônia ganha destaque por ter catalogado duas das doze monitoradas no Brasil.

O evento contou com a presença de professores, pais, alunos, prefeita Carla Redano (Patriotas), vereador Chico Pinheiro (MDB), secretária Municipal de Educação Leonice Piana, e representantes da Sedam, Sema, Sintero e Projeto Harpia.


Texto e foto: Assessoria

Postar um comentário

0 Comentários