<

Foragido do presídio, rouba mulher e, na fuga, atinge e mata motociclista em colisão de duas motos



O grave acidente aconteceu no cruzamento das Ruas Alba com Bidu Saião, bairro Cuniã (ex-4 de Janeiro 4ª etapa), zona leste de Porto Velho

PORTO VELHO – A incapacidade do sistema prisional de manter os condenados pela Justiça atrás da grades tem causado enormes prejuízos a sociedade e em alguns casos, custado a vida. Foi o que aconteceu na noite desta terça-feira, no bairro Cuniã, Zona Leste de Porto Velho, quando um foragido do Sistema Penitenciário em uma moto roubou a bolsa de uma mulher que transitava de bicicleta e, na fuga, avançou uma rua preferencial e atingiu outra motocicleta, provocando a morte do condutor, que não tinha nada a ver com a crime.

O motociclista atingido pelo marginal foi identificado como Márcio Roberto Brito dos Santos, 38 anos, e morreu momentos depois de ser socorrido, no centro cirúrgico do hospital João Paulo II. O grave acidente aconteceu no cruzamento das Ruas Alba com Bidu Saião, bairro Cuniã (ex-4 de Janeiro 4ª etapa), zona leste de Porto Velho.

Um ex-presidiário tinha acabado de roubar a bolsa de uma mulher de 56 anos em uma rua antes do local onde aconteceu o acidente, a Rua Eudóxia de Barros.

Na sequência, saiu em alta velocidade, invadindo a preferencial e colidindo com a motocicleta pilotada pela vítima.

Foram necessárias duas ambulâncias do Samu para atender essa ocorrência.

No momento em que estava recebendo atendimento médico o suspeito foi reconhecido pela vítima que tinha acabado de ter sua bolsa roubada, na mesma hora foi chamada a viatura da Polícia Militar que fez a custódia durante o atendimento na UPA leste e, depois de liberado foi conduzido à central de flagrantes.

Foram necessárias duas ambulâncias do Samu para atender essa ocorrência.

No momento em que estava recebendo atendimento médico o suspeito foi reconhecido pela vítima que tinha acabado de ter sua bolsa roubada, na mesma hora foi chamada a viatura da Polícia Militar que fez a custódia durante o atendimento na UPA leste e, depois de liberado foi conduzido à central de flagrantes.

Em estado grave, Márcio Roberto foi socorrido intubado pela da equipe avançada do Samu, mas horas depois não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu no hospital João Paulo II.

Ainda na Central de Polícia, fazendo a ocorrência de roubo, os policiais mudaram a tipificação para homicídio culposo no trânsito, pois foi constatado que a vítima não resistiu à gravidade dos ferimentos e foi a óbito.

O suspeito ficará à disposição da justiça.


Fonte: expressaorondonia.

Postar um comentário

0 Comentários