Deputado Laerte repudia retirada de maquinários que recuperavam trecho da RO-470


Na sessão da Assembleia Legislativa desta terça-feira (29), o deputado Laerte Gomes (PSDB) usou a tribuna do plenário para criticar algumas ações do Departamento de Estradas de Rodagens (DER) e abordar o tema, Programa de Aceleração ao Crescimento (PAC). Sobre o DER, o parlamentar disse considerar “algo assustador” a forma como diretores de regionais do DER no interior do estado, atuam em suas gestões.

“Maquinários que trabalhavam em um trecho da RO-470, que vai da BR-364, ligando Ouro Preto D’Oeste, passando por Nova União sentido Mirante da Serra, que se encontra em péssimas condições, foram levados ao município de Alvorada do Oeste, onde serão utilizados para fazerem a entrada do presídio. Ou seja, um presidiário vale mais que um cidadão trabalhador”, denunciou o deputado.

Segundo Laerte Gomes, a rodovia que estava sendo recuperada, teve as obras paradas para que os maquinários pudessem executar a obra que dará acesso ao presídio de Alvorada D’Oeste, segundo o deputado, “uma vergonha e total falta de planejamento e de respeito com o povo”.

“Isso virou uma politicagem e, em nome da população de Nova União, de Mirante da Serra, da população da região de Ouro Preto deixo aqui minha repulsa frente a essa decisão tomada pelo DER. Onde já se viu, retirar maquinário que estava arrumando uma rodovia, que é do Estado, que está em péssimas condições, para levar a Alvorada e, pelo visto, diminuir a poeira para os presidiários. Já o cidadão de bem que pega imposto, sofre andando em estradas precárias, ruins e cheias de buracos. Um absurdo”, enfatizou Laerte.


Texto: Juliana Martins-ALE/RO
Foto: Diego Queiroz-ALE/RO

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu