<

Base de Laranjeiras do Parque Estadual de Corumbiara recebe placas de energia solar por meio de compensação ambiental

   


O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), promoveu a instalação de um novo sistema de geração de energia na Base de Laranjeiras do Parque Estadual de Corumbiara, localizado no município de Cerejeiras. A entrega das placas solares foi realizada pela Câmera de Compensação Estadual (Cecam) para a Coordenação da Unidade de Conservação (CUC), por meio da compensação ambiental de uma empresa de mineração.

O sistema fotovoltaico será responsável por converter a luz do sol em energia elétrica. De acordo com o coronel Demargli Farias, secretário-adjunto da Sedam, órgão sobre o qual os parques estaduais são vinculados gerencialmente, o novo sistema de geração de energia do parque vai possibilitar uma melhoria considerável nas ações de fiscalização, controle e de conforto para os operadores da base, visto que passaram a ter uma energia limpa (sem poluente), contínua e de boa qualidade, sem o incômodo do barulho do gerador e sem o risco de faltar óleo combustível.

As placas instaladas na Base de Laranjeiras que estão revolucionando a geração de energia local foram instaladas no dia 31 de maio. Para o Governo de Rondônia, a iniciativa é plausível, eis que a substituição dessas fontes de geração auxiliará na produção de energia mais sustentável e não poluente.

Importa lembrar que o funcionamento de sistemas de energia solar fotovoltaica utiliza painéis solares que captam a luz e geram, pelo efeito fotovoltaico, correntes elétricas contínuas, que são convertidas para correntes alternadas pelo inversor solar. Dessa forma, a eletricidade está pronta para ser distribuída no local ou ser armazenada.

O projeto da Sedam tem todo apoio do governador Marcos Rocha que também defende projetos de geração alternativa para o Estado, para se chegar a uma fonte de energia limpa, sem poluentes e, por conseguinte, sem danos ambientais.

Para o secretário adjunto, Demargli Farias, a entrega e instalação dessas placas de energia solar é um marco para a Sedam e para a comunidade do Parque Laranjeiras, visto que além da geração de energia limpa (de fonte renovável), o sistema instalado é dotado de recursos para resistir as mais diversas condições climáticas, e tem a segurança de uma vida útil de 25 anos.

Para ele, a importância dessa conquista para a unidade está nos benefícios ambientais que ela encerra e também na sua logística agora consumada, visto que o Parque Estadual de Corumbiara é a maior unidade de conservação de Rondônia. Com mais de 424 mil hectares, na fronteira de Rondônia com a Bolívia, o parque é o único da região com predominância de biomas de áreas de cerrado, pantanal e floresta amazônica, resultando em grande beleza natural, com a diversidade da fauna e da flora e importante potencial turístico. A sua dimensão, contudo, demanda uma maior disposição de efetivo e abrangência fiscalizatória necessária à sua conservação.

Destaque-se, neste ponto, que o Parque Estadual de Corumbiara não registra crimes ambientais desde 2011, segundo publicação da wikiparques, para o bem da preservação ambiental.


Fonte
Texto: Cleuber Rodrigues Pereira
Fotos: Fábio França
Secom - Governo de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários