Barco Saúde conclui cronograma de atendimento e vacinação aos ribeirinhos



Cerca de 7 mil moradores da região ribeirinha foram atendidos com mais de 15 tipos de serviços e procedimentos médicos pela Prefeitura de Porto Velho na expedição do Barco Saúde às comunidades de São Carlos, Nazaré e Calama, no Baixo Madeira.

Os atendimentos aos moradores foram encerrados terça-feira (15), no distrito de Calama. O barco permaneceu dois dias em cada comunidade. O trabalho foi executado pelo Departamento de Atenção Básica (DazAB), da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa).

Ao todo, 30 profissionais, entre médicos, ginecologistas, enfermeiros, farmacêuticos, educadores físicos, vacinadores, biomédicos, técnicos de enfermagem e técnicos em laboratório, participaram da operação, que contou com a parceria da Universidade Federal de Rondônia (Unir) e do Exército Brasileiro no atendimento.

“Terminamos a primeira etapa. Levamos vários tipos de atendimento e, também, vacinas. Levamos saúde para pessoas que moram tão longe e que precisam de assistência médica”, explicou a secretária-adjunta da Semusa, Marilene Penati.
O Barco Saúde levou os seguintes serviços: Coleta citopatológica do colo uterino, Planejamento Reprodutivo com Inserção de DIU, Atendimento ao pré-natal, Testes rápidos para ISTs, Atendimento de crescimento e desenvolvimento infantil, Consulta ginecológica, Clínico Geral, Vacinação contra a Covid-19 e H1N1, Educação em Saúde, Testes rápidos para Covid-19, oferta de preservativos e lubrificantes, exames laboratoriais básicos e entrega de medicação conforme a prescrição médica e de enfermagem.

VACINAÇÃO

Os moradores de São Carlos, Nazaré e Calama receberam o atendimento de forma espontânea e foram imunizados com a primeira dose da vacina AstraZeneca, que atendeu a todos os públicos; e doses da Pfizer para grávidas e puérperas. Após três meses, os profissionais retornarão aos distritos levando o reforço da vacina.

A Professora do Distrito de Calama, Maria das Dores Neves, 56 anos, estava emocionada com a chegada da vacina contra a Covid-19: “Já perdi tanta gente na minha família por conta deste vírus... E hoje é meu dia de ser vacinada. Estou agradecida demais. Parabéns às equipes de saúde da Prefeitura”, disse.


“Hoje é o último dia de atendimento aqui. Agradecemos pelo comparecimento em massa da população”, disse a secretária da Semusa, Eliana Pasini, que também faz um alerta. “Enquanto o vírus estiver circulando vamos continuar mantendo os cuidados usando máscara, utilizando o álcool gel, mantendo o distanciamento social. Embora a vacina esteja chegando, ela não impede que a pessoa seja contaminada com o vírus, então vamos continuar mantendo os cuidados”, pediu.

“Estamos em mais uma ação, com a Semusa, trazendo a vacina contra a covid-19 e vários outros serviços de saúde, tão importante para essas famílias. Cada localidade, cada comunidade tem recebido atendimento básico de saúde”, destacou o superintendente de Integração e Desenvolvimento Distrital, Vinícius Miguel.

REFORMA

Na gestão Hildon Chaves, o Barco Hospital recebeu investimentos para a reforma. A prefeitura investiu cerca de R$ 800 mil de recursos próprios para a reforma do barco que custou R$ 1,1 milhão. Parte do recurso veio por meio da Assembleia Lesgilativa de Rondônia oriundos de emenda parlamentar do ex-deputado estadual Jesuino Boabaid, no valor de R$ 300 mil.

PARCERIA

Para garantir o transporte e a conservação das doses de vacina, a Prefeitura viabilizou geladeiras, freezers e caixas térmicas reservas e também contou com a doação de freezer e geladeira por parte da Energisa e da empresa Dydyo com o fornecimento de água à tripulação.


Texto: Carlos Sabino
Foto: Wesley Pontes
Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu