<

Reeducandos produzem materiais esportivos em fábrica implantada no Centro de Ressocialização Cone Sul em Rondônia


O Governo do Estado de Rondônia por meio da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) deu mais um passo rumo a ressocialização social alinhada com a visão de proporcionar benefícios à comunidade. No Centro de Ressocialização Cone Sul, em Vilhena, foi instalada uma fábrica para a produção de materiais esportivos que é uma extensão do projeto Pintando a Liberdade, que visa amenizar a ociosidade da população carcerária ativa do Estado.

Além de funcionar como impulsionador para a reintegração no seio social, o trabalho garante o benefício da remissão de pena, a cada três dias trabalhados, reduz um dia de pena. Inicialmente, 15 reeducandos estão sendo instruídos e realizando trabalhos como cortes em laminados, preparação e finalização de kits para costura de bolas. O material será utilizado pelo próprio município.

O projeto da fábrica é uma parceria entre Sejus e Prefeitura Municipal de Vilhena, por meio da Secretaria de Assistência Social (Semas) que disponibilizou todos os maquinários necessários, bem como a aquisição dos insumos. A Sejus ficou responsável pela capacitação dos internos.

O secretário da Semas, Rafael dos Reis, destaca que um dos papéis da secretaria é fazer parte do processo de ressocialização dos reeducandos, visando sempre agregar benefícios a outros setores. “Implantar a fábrica de produção de materiais esportivos, vai além da ressocialização. O destino final dessas bolas é o repasse para projetos sociais já existentes e para a rede de educação”, ressalta.

O gerente de reinserção social, Fábio Recalde, frisa que a prefeitura se beneficiará ao obter material esportivo com menor custo benefício, lembrando ainda da importância dessas novas vagas de emprego para os reeducandos. “A expansão desse projeto é um avanço. Um dos motivos é a oferta de vagas de trabalho, pois os internos que participarão do projeto farão jus à remição de pena”, explica.

Posteriormente, o treinamento será aplicado em outro município. Já está em andamento o projeto para reativação de mais uma fábrica, com a mesma finalidade. “Estamos trabalhando para ativar outra fábrica na comarca de Ji-Paraná”, conclui.


Texto: Taiana Mendonça Miranda de Queiroz
Fotos: Elias Rodrigues e Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários