<

Recém-nascido é encontrado em matagal um dia após ser jogado pela mãe




C. S. N., 20 anos, foi encaminhada para a delegacia na noite de terça-feira (27), após abandonar o próprio filho recém-nascido no quintal de uma casa abandonada, no município de Ji-Paraná. O esposo dela também foi conduzido.

De acordo com o boletim de ocorrência, uma mulher acionou uma equipe da Polícia Militar informando que teria encontrado um bebê em uma casa abandonada. Uma equipe foi ao local e encontrou a criança chorando no meio de um matagal no quintal da residência abandonada. Ela ainda estava com o cordão umbilical, bastante sujo, e cheia de formigas e larvas de varejeira.

Rapidamente, a mulher pegou a criança e os policiais levaram o bebê para o Hospital Municipal da cidade. Segundo os policiais, o menino apresentava várias lesões pelo corpo, aparentando ser provavelmente de picadas de insetos.

O médico que atendeu o bebê disse que a criança pode ter nascido na última segunda-feira (26). O Conselho Tutelar foi acionado.

Funcionários do hospital relataram aos policiais que na segunda-feira, uma mulher deu entrada na maternidade do hospital, sangrando e com todas as características de parturiente recente, porém não estava com a criança e também recusou a prestar esclarecimentos.

Ao verificar a ficha hospitalar, a equipe policial constatou que a casa da paciente ficava ao lado do local onde foi encontrado o recém-nascido.

No endereço, os policiais encontraram a jovem, que questionada, ainda tentou negar ter abandonado a criança, mas após alguns minutos de conversa ela resolveu confessar que o bebê era seu filho.

A mulher relatou que na segunda-feira começou a sentir as contrações, e deu à luz a criança. Segundo a mãe, por pensar que o bebê havia nascido morto, ela acabou jogando o recém-nascido no quintal abandonado ao lado de sua residência.

A mãe do bebê, e o marido dela, foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil, onde ficaram à disposição do delegado.

Fonte: C. S. N., 20 anos, foi encaminhada para a delegacia na noite de terça-feira (27), após abandonar o próprio filho recém-nascido no quintal de uma casa abandonada, no município de Ji-Paraná. O esposo dela também foi conduzido.

De acordo com o boletim de ocorrência, uma mulher acionou uma equipe da Polícia Militar informando que teria encontrado um bebê em uma casa abandonada. Uma equipe foi ao local e encontrou a criança chorando no meio de um matagal no quintal da residência abandonada. Ela ainda estava com o cordão umbilical, bastante sujo, e cheia de formigas e larvas de varejeira.

Rapidamente, a mulher pegou a criança e os policiais levaram o bebê para o Hospital Municipal da cidade. Segundo os policiais, o menino apresentava várias lesões pelo corpo, aparentando ser provavelmente de picadas de insetos.

O médico que atendeu o bebê disse que a criança pode ter nascido na última segunda-feira (26). O Conselho Tutelar foi acionado.

Funcionários do hospital relataram aos policiais que na segunda-feira, uma mulher deu entrada na maternidade do hospital, sangrando e com todas as características de parturiente recente, porém não estava com a criança e também recusou a prestar esclarecimentos.

Ao verificar a ficha hospitalar, a equipe policial constatou que a casa da paciente ficava ao lado do local onde foi encontrado o recém-nascido.

No endereço, os policiais encontraram a jovem, que questionada, ainda tentou negar ter abandonado a criança, mas após alguns minutos de conversa ela resolveu confessar que o bebê era seu filho.

A mulher relatou que na segunda-feira começou a sentir as contrações, e deu à luz a criança. Segundo a mãe, por pensar que o bebê havia nascido morto, ela acabou jogando o recém-nascido no quintal abandonado ao lado de sua residência.

A mãe do bebê, e o marido dela, foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil, onde ficaram à disposição do delegado.


Fonte: Rondoniagora

Postar um comentário

0 Comentários