<

Cirone Deiró quer pessoas com deficiência na lista de prioridade da vacinação contra a Covid-19



O grupo Mães Coragem Indesistíveis luta para que as pessoas com deficiência sejam priorizadas na vacinação contra a Covid-19

O deputado Cirone Deiró (PODE) reiterou indicação à Secretaria de Estado da Saúde- Sesau, para que seja priorizada a vacina contra a Covid-19 aos indivíduos com deficiência, especialmente aqueles que tem síndrome de Down, e estão mais vulneráveis aos sintomas e gravidade da doença. Deiró defendeu que as pessoas com deficiência recebam o mesmo tratamento dos idosos, tanto por parte da Sesau, quanto por parte das secretarias municipais de saúde e prefeituras. A proposta apresentada pelo deputado teve por base um estudo da Universidade de Oxford, no Reino Unido, em que aponta que o risco de óbitos entre as pessoas com deficiência é 10 vezes maior em comparação com àqueles que não tem a síndrome de Down.

A Federação Brasileira das Associações de pessoas com Síndrome de Down tem reivindicado a vacinação desse público especifico como forma de reduzir os riscos de óbitos. Em Rondônia, o grupo Mães Coragem Indesistíveis que reúne 586 mães tem buscado sensibilizar as autoridades para que as pessoas com deficiência sejam priorizadas na vacinação contra a Covid-19. Flaviana Tertuliano, umas das representantes do grupo aponta a existência de mais de 50 mil pessoas com deficiência no estado. “Essas pessoas foram isoladas dentro de casa para seguir os protocolos de prevenção, e não receberam nenhum apoio adicional do poder público”, aponta.

Flaviana Tertuliano lembra que a pessoa vem antes da deficiência. Segundo a representante do grupo Mães Coragem Indesistíveis, essa pessoa tem direitos garantidos na constituição e que estão sendo negligenciados pelo poder público. “Estamos falando de um público formado por vulneráveis, com baixa imunidade e problemas respiratórios graves, que em outros estados já foram vacinadas. Pedimos que essa prioridade que não foi respeitada até agora, comece a valer de fato e seja iniciada a vacinação dos nossos filhos, o mais rápido possível. Não esperem que mais Rodrigos, Larissas e Jeans venham a óbito pela falta da vacina. Já temos mortes o suficiente em nosso estado para sensibilizar os governantes quanto a urgência da vacinação para as pessoas com deficiência”, alertou.

O deputado Cirone Deiró fez um apelo ao secretário Fernando Máximo e aos prefeitos para que sejam incluídos os indivíduos com deficiência no grupo prioritário da vacinação. Segundo ele, há que se considerar que já estão sendo vacinados os idosos na faixa etária dos 60 anos. “Isso demonstra que os idosos com maiores comorbidades já estão imunizados. Insisto que devemos abrir a vacinação para os indivíduos com deficiência. É imperativo proteger essas pessoas e dar maior segurança emocional aos cuidadores e responsáveis. É uma questão de justiça com essas mães e seus filhos que dentro de um ambiente normal já enfrentam muitas adversidades. Essas dificuldades só aumentaram com as medidas de prevenção contra a Covid”, concluiu.


Texto: Edna Okabayashi-ALE/RO

Foto: Diego Queiroz-ALE/RO

Postar um comentário

0 Comentários