Câmara de Vilhena aprova projetos de vereador que priorizam vacinas para policiais e prevê multa para quem furar a fila



Sargento Damassa argumenta que policiais estão na linha de frente

Dois projetos propostos pelo vereador Sargento Damassa (PROS) foram aprovados na sessão desta terça-feira, 06, da Câmara de Vereadores de Vilhena. Uma das propostas prioriza a vacinação para os policiais e bombeiros militares, policiais civis e policiais penais. Damassa entende que os policiais trabalham diretamente no combate ao coronavírus.

“O Estado inseriu os policiais e bombeiros militares e policiais rodoviários federais, mas deixou de fora os nossos irmãos policiais civis e penais”, disse o vereador, que comemorou a aprovação da lei, mas com ressalvas: “Agora é negociar com o Executivo, alinhar com eles, para que os nossos policiais sejam vacinados”, disse o vereador, que reforçou: “A vacina é para todos, mas se não vem, vamos atender quem está na linha de frente mesmo; é uma prioridade, o policial tem que estar na rua”.

O outro projeto proposto pelo vereador, que é policial militar da reserva, é o nº 6.061/2021 que prevê a aplicação de multa para quem furar a fila de vacinação contra a Covid-19.

Aprovados na Câmara, os dois projetos agora vão para a sanção do Palácio dos Parecis.


Fonte: Folha do Sul
Autor: Rogério Perucci

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu