<

Prazo para cadastro no programa “Mamãe Cheguei” encerra dia 31 maio, informa Seas



Criado pelo Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas), com o objetivo de diminuir a mortalidade infantil com o fortalecimento do vínculo entre mãe e filho durante o pré-natal, o programa “Mamãe Cheguei” continua com o cadastro aberto até 31 de maio para grávidas com até 22 semanas, em situação de vulnerabilidade social, inscritas no Cadastro Único (CadÚnico). Todas que obedecerem aos critérios, com 20 semanas de gestação serão contempladas com um kit enxoval contendo 19 itens entre banheira, 50 fraldas descartáveis e roupas.

O kit contém ainda um travesseiro, um jogo de lençol com três peças, dez fraldas de tecido, três jogos de pagãos, um macacão longo sem pé, um macacão curto, três conjuntos de camisetas sem manga e mijão, além de quatro pares de meia, um cueiro, uma toalha de banho com capuz, uma bolsa maternidade, três camisetas sem manga, um sabonete para bebê em barras, três sapatinhos, duas fitas adesivas, duas calças plásticas nº 3 e duas calças plásticas nº 2.

As interessadas devem se dirigir a uma das unidades dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) dos seus municípios, que são parceiros da Seas. Para as que ainda não possuem o Cadastro Único são necessários os documentos pessoais, caderneta de gestante e os documentos dos demais moradores da casa. Para o Mamãe Cheguei elas também precisam apresentar comprovante de residência e o cartão do pré-natal que deve ser realizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), um dos principais requisitos para receber o kit.

Na primeira e segunda fases realizadas em 2020, a Seas entregou 1.300 kits. Até o mês de março, 300 mulheres se cadastraram para esta terceira fase, cujo cadastro foi aberto em 30 de novembro de 2020.


Fonte
Texto: Veronilda Lima
Fotos: Antônio Lucas
Secom - Governo de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários