<

Polícia Federal deflagra operação de combate a fraudes no Auxílio Emergencial



A Polícia Federal deflagrou, entre os dias 10 e 11/3, ação de combate a fraudes contra o Auxílio Emergencial na Bahia. Nesta operação, batizada 4.1, já que relacionada à Operação QUARTA PARCELA de âmbito nacional, foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão expedidos pela Vara Federal de Eunápolis/BA, sendo quatro em Porto Seguro, extremo sul do Estado, e um em Atibaia, São Paulo.

A partir da análise do banco de dados do Auxílio Emergencial e do cruzamento de informações, constatou-se que mais de 100 contas fraudulentas haviam sido criadas pelo aplicativo Caixa TEM a partir de um mesmo dispositivo eletrônico, e que os valores referentes aos benefícios recebidos por meio dessas contas foram desviados com a realização de pagamentos simulados a três empresas suspeitas de participação no esquema.

Apenas em relação às contas fraudulentas já identificadas, cujas vítimas apresentaram contestação junto à Caixa Econômica, os prejuízos chegaram a quase R$ 70 mil. Esse valor, estima-se, deve ser muito maior e será apurado a partir da análise dos documentos e objetos arrecadados durante as buscas.

Os autores das fraudes responderão pelos crimes de furto qualificado mediante fraude (art. 155, § 4º, II, Código Penal), com pena de 2 a 8 anos de reclusão.


Fonte: Comunicação Social da Polícia Federal na Bahia
Imagem: ilustrativa

Postar um comentário

0 Comentários