<

Adelino Follador indica prorrogação dos certificados de vistoria das empresas



Preocupado com a situação das empresas rondonienses, que enfrentam os graves problemas decorrentes da pandemia, o deputado Adelino Follador (DEM) indicou nesta quinta-feira (18) ao Poder Executivo Estadual, a necessidade elementar de prorrogação do prazo de vigência do certificado de vistoria das empresas e comércio em geral. Mais uma medida de apoio e incentivo à economia estadual e às empresas estabelecidas.

Segundo o parlamentar, é fundamental que o Governo do Estado melhore e amplie o conjunto de medidas para socorrer as empresas rondonienses, que são a base do desenvolvimento regional, e que têm feito grandes sacrifícios para manter a roda da economia rondoniense em movimento, gerando, apesar de todas dificuldades, emprego e renda, não permitindo a estagnação produtiva e econômica do Estado. “Por isso, encaminhamos esta Indicação ao Executivo, com cópia ao Comando do Corpo de Bombeiros Militar, visando prorrogar a vigência dos certificados de vistoria das empresas e comércio em geral enquanto perdurar o Decreto Estadual de Calamidade Pública”, disse o deputado.

De acordo com o deputado Adelino Follador, o setor produtivo do estado – as empresas urbanas e rurais e todas as iniciativas de produção legais do campo – estão economicamente asfixiadas pelas dificuldades próprias geradas pela pandemia e tendem a ficar piores se não houver sensibilidade do Poder Público em perceber este ermo em que elas se sucumbiram, pelas exigências sanitárias e de saúde no âmbito operacional e nas relações ou transações comerciais, que passaram a atender sob um novo comando, geralmente em bases remota e com o uso de tecnologia de informação (TI), com mão de obra mais especializada.

São dificuldades marcadas pela necessidade de investimentos que, por outro lado, segundo o deputado, estão a exigir a contrapartida do Estado, no caso, a adoção de medidas que diminuam os custos das empresas e incentivem a produção, como a prorrogação do prazo dos certificados para funcionamento de todos os empreendimentos.


Texto: Assessoria
Foto: Marcos Figueira-ALE/RO

Postar um comentário

0 Comentários