Profissionais de Saúde do Hospital Regional de Cacoal participam de treinamento para reabilitação de pacientes com Covid-19



Profissionais de Saúde atuantes no enfrentamento à Covid-19 no Hospital Regional de Cacoal participam de treinamento ofertado pelo Hospital Sírio-Libanês, que busca promover a reabilitação hospitalar de pacientes após a alta do cuidado intensivo da doença.

O “Projeto Reab Pós-Covid-19” é executado por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS), do Ministério da Saúde, e chegou a Rondônia, sendo incansável na busca de ações que otimizem o tratamento da doença ocasionada pelo novo coronavírus.

Além do Hospital Regional de Cacoal, a equipe do Sírio-Libanês já esteve em Porto Velho, onde implantou o mesmo projeto no Hospital de Campanha Regina Pacis, no Hospital de Campanha Unidade II zona Leste e no hospital de Assistência Médica Intensiva (AMI 24h). Compõe a equipe do Sírio-Libanês, o médico infectologista, Brunno Cocentinno, a administradora hospitalar, Isabella Almeida, e o consultor, Rafael Esteves. Também integra a equipe que está em Cacoal, para a implantação do Projeto Reab Pós-Covid-19, o representante do Ministério da Saúde, senhor Irgo Mendonça.

Segundo o consultor do Hospital Sírio-Libanês, o projeto, que já é desenvolvido em outros estados brasileiros, chega a Rondônia para otimizar o atendimento prestado aos pacientes infectados pela Covid-19. “Esse projeto tem por intenção aumentar o giro de leitos de enfermarias e das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) com segurança para os pacientes, ao mesmo tempo que aumenta a oportunidade de mais pacientes serem atendidos, sem a necessidade de abertura de novos leitos. Ou seja, a ideia é acelerar a alta de pacientes, de forma segura, através das ferramentas que estão sendo implantadas”, explicou Rafael Esteves.

O diretor do Complexo Hospitalar Regional de Cacoal, responsável também pelo Hospital de Urgência e Emergência Regional (Heuro), João Henrique Paulo Gomes, ressaltou a satisfação dos profissionais de Saúde ao ter a oportunidade de receber este treinamento. “Nós queremos agradecer aos 26 participantes da equipe multiprofissional do HRC, que têm se dedicado ao máximo no enfrentamento da doença e tiveram o comprometimento e o envolvimento para participar deste projeto. Ficamos muito contentes, pois fomos elogiados pelos profissionais do Sírio-Libanês, pelo envolvimento e conhecimento que demonstramos dos processos de trabalho no Hospital. Isso nos alegra e nos motiva e enorme satisfação”, destacou João Henrique.

Além do treinamento presencial que está sendo realizado nesta semana no Hospital Regional de Cacoal, toda a equipe terá acesso a aulas e consultorias online junto à equipe do Hospital Sírio-Libanês.

Na manhã de terça-feira (17), o secretário executivo Regional de Governo de Rondônia em Cacoal, José Moura, esteve no HRC acompanhando parte do treinamento. Na oportunidade, ele agradeceu a dedicação tanto dos profissionais do Sírio Libanês, como também do Hospital Regional, na busca de ferramentas que possibilitem melhorar ainda mais o atendimento ofertado aos pacientes acometidos pela Covid-19.

“É sensacional ver esta parceria entre o Ministério da Saúde, o Hospital Sírio-Libanês e o Governo de Rondônia, com o objetivo principal de aprimorar as ferramentas de assistência e otimizar os fluxos de intervenção em pacientes com a Covid-19 para uma alta segura. Nós temos acompanhado de perto a atuação do governador, Marcos Rocha, da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) e de todo o Governo, para garantir um tratamento humanizado ao maior número de pessoas, onde somar esforços com outras instituições enriquece ainda mais este processo”, enfatizou Moura.


Texto: Giliane Perin
Fotos: Giliane Perin e Ihagor Moura
Secom - Governo de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu