Dez dias após roubar e estuprar garota em Rondônia, foragido é executado a tiro em cidade de Mato Grosso



A polícia militar da cidade de Colniza (MT), a 230 km de Vilhena, foi acionada pelo aplicativo de mensagens WhatsApp, nas quais era comunicado que havia ocorrido um crime no distrito de Guatá, (Três Fronteiras) cerca de 150 quilômetros do Guariba.

O policiamento do núcleo do Distrito de Guariba se deslocou até o local onde ocorreram os fatos, e constaram que um rapaz por nome de Cleiton Oliveira Silva, que estava foragido da justiça, havia sido morto por disparo de arma de fogo. A vítima foi surpreendida por um suspeito desconhecido, que efetuou vários disparos contra ela, que não resistiu e foi a óbito imediatamente após o ataque.

A vítima havia ganhado liberdade condicional e era monitorado por tornozeleira eletrônica, porém, no dia 06 de fevereiro, Cleiton praticou um roubo e estuprou uma jovem na cidade de Machadinho do Oeste, em Rondônia, rompendo a tornozeleira e fugindo para o Distrito de Guatá, onde foi morto.

Após atender o caso, a PM acionou a POLITEC para a realização dos trabalhos de praxe no local do crime.

Um boletim de ocorrências foi registrado e o caso foi levado ao conhecimento da Polícia civil da cidade de Colniza, que passa a investigar o crime.


Fonte: Juína News - Tudorondonia

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu