<

Polícia Militar apreende mais de 6 kg de maconha escondida em casa abandonada em Vilhena



Um homem foi preso na tarde desta terça-feira, 05, com mais de 06 Kg de maconha, que ele escondia em uma residência abandonada para dissimular a ação delituosa que realizava em sua casa, localizada no bairro Florença, em Vilhena.

De acordo com o registro da ocorrência, o Núcleo de Inteligência da Polícia Militar solicitou o apoio de uma guarnição para realizar a abordagem a um adolescente conhecido por envolvimento com tráfico de drogas, que tinha acabado de chegar em uma residência localizada no bairro acima citado e recebeu um embrulho de forma suspeita do morador.

Em abordagem ao menor, que estava na garupa de uma motocicleta, foi localizada em sua posse, 11 gramas de maconha fracionada em duas porções.

Como também já era de conhecimento da guarnição, que o adolescente fazia entregas de drogas nas proximidades da Pista de Kart, ao lado do Parque de Exposições do município, estes entraram na casa, onde reside um homem identificado pelas iniciais [W. C. J.], com quem foi encontrada a quantia de 60 gramas da mesma substância, dividida em quatro porções.

Em posse do suspeito também foi localizada a quantia de R$ 240,00 em espécie e uma folha de cheque do Banco da Amazônia preenchida no valor de R$ 120,00.

Quando questionado se comercializava drogas no local, o suspeito afirmou que sim e que para não levantar suspeitas, guardava a maior quantidade de entorpecente em uma casa abandonada, situada nas proximidades, onde também realizava a divisão das porções para serem revendidas aos usuários da cidade.

Diante das afirmações, foram realizadas buscas no referido imóvel abandonado onde foram encontrados mais 6,307 kg de maconha, divididos em quatro tabletes envoltos com fita adesiva amarela.

Diante da situação, o homem recebeu voz de prisão e foi apresentado na Delegacia da Polícia Civil juntamente com a droga apreendida para o registro do caso.



Fonte: Folha do Sul Online
Foto: Reprodução/Folha do Sul Online

Postar um comentário

0 Comentários