<

Indígena mata pai a facadas e irmão de 12 anos enforcado



O indígena da etnia Kulina, identificado pelas iniciais [ J.], de 20 anos, foi preso em flagrante após ter matado o próprio pai e o irmão, nesta sexta-feira (8), na Aldeia Brasília, nas margens do Rio Envira, zona rural de Feijó.

Segundo informações de populares, o suspeito chegou em casa supostamente alcoolizado e alterado, quando começou a discutir com o pai dele, identificado pelas iniciais [ L. K.], de 42 anos, alegando que o pai não ajudava em nada só ficava bebendo álcool.

Com os ânimos mais alterados, suspeito pegou uma faca e deu um golpe no pescoço da vítima, que morreu no local.

O irmão, identificado pelas iniciais [ D. K.], de apenas 12 anos, tentou intervir, mas ao se aproximar chorando e tentar ajudar o pai, também acabou recebendo um golpe de faca no pescoço e ainda conseguiu correr, mas foi alcançado pelo irmão e terminou de ser morto enforcado com uma corda. Após a ação, o suspeito fugiu para uma área de mata.

Indígenas que passavam pelo local acharam os dois corpos e conseguiram segurar o acusado, que após assumir autoria do crime foi amarrado enquanto a polícia foi avisada dos fatos.

A Polícia Militar e a Polícia Civil estiveram no local, onde realizaram a perícia e levaram os corpos para o Hospital de Feijó, que depois foram encaminhados para a sede do Instituto Médico Legal (IML) em Cruzeiro do Sul.

Joaquim foi preso e está a disposição da justiça na Delegacia de Feijó.

O inquérito será entregue para a justiça nós próximos dias.



Fonte: Contil Net
Imagem: Ilustrativa

Postar um comentário

0 Comentários