<

Hildon: 'Se nada for feito é possível que chegue ao ponto de morrer gente na rua'



“A gente não chegou ao ponto de morrer gente na rua, não. Mas se nada for feito, é possível que chegue a isso”, alertou o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves

O prefeito de Porto Velho,  Hildon Chaves (PSDB), fez um alerta sobre a situação de colapso da saúde que o local poderá enfrentar, caso medidas urgentes não sejam tomadas. A reportagem é do portal UOL. 

“A gente não chegou ao ponto de morrer gente na rua, não. Mas se nada for feito, é possível que chegue a isso. As providências estão sendo tomadas. A situação veio se agravando, agravando, agravando, e a gente esperando uma melhora até chegar no que está nesse ponto.", disse ele, comparando a situação da cidade com Manais, que enfrenta o colapso do sistema de saúde. 

"O sinal de alerta chegou muito perto do colapso, veio na sexta-feira (22) à noite. No sábado concedemos aquela entrevista coletiva [anunciando o colapso], e no domingo já se iniciaram as tratativas desse apoio do translado de pacientes. Não tive tempo de apurar se demoraram a me passar a realidade ou não", afirmou.


Postar um comentário

0 Comentários