<

Governo de Rondônia orienta população a manter medidas preventivas contra a Covid-19

 


Desde o início do cenário pandêmico, o Governo do Estado, por meio de ações conjuntas entre Secretarias e órgãos da saúde, tem trabalhado arduamente no enfrentamento à Covid-19, primando pela transparência e agilidade.

No entanto, essa grande missão vai além da responsabilidade do Poder Executivo Estadual. A conscientização, da população em geral precisa ser fortalecida. Pois a pandemia, que não acabou, está com nível de contágio mais intenso.

Segundo o estrategista de dados do Comitê Técnico-Científico do Governo do Estado, Caio Nemeth, o maior propósito por parte do Governo não é causar pânico, mas sim, alertar e despertar a sociedade de que o cenário é preocupante, mas que vencer um inimigo invisível é possível, desde que haja a união de forças. Essa iniciativa começa em casa, mantendo a higienização e evitando aglomerações.

Para Nemeth, não há dúvidas de que medidas preventivas como essas têm surtido efeitos positivos, porém com o passar do tempo, muitos já caíram no descuido, contribuindo para o aumento do número de casos que, no último dia 6, registrou mais de 13 mil ativos em todo o Estado, conforme aponta o portal – https://covid19.sesau.ro.gov.br.

Vale ressaltar que as ações do Plano Todos por Rondônia voltadas ao enfrentamento da Covid-19, já fizeram a diferença nas 84.316 vidas recuperadas da doença, até o momento. Esse propósito continua dentro e fora das unidades de saúde, com a massificação de divulgação das medidas preventivas.

“A prática dessas medidas depende exclusivamente de cada cidadão que, ao compreender a gravidade da rapidez do contágio, repensa melhor antes de tomar qualquer atitude que coloque em risco sua vida e a vida de muitos. Afinal, todos anseiam em respirar aliviado”, reforça o estrategista.

JOVENS TEM MENOS OS RISCOS

Os relatórios atualizados constantemente pelo portal da saúde de Rondônia, apontam o público jovem como principal agente multiplicador de transmissão da Covid-9. De acordo com Nemeth, o comportamento da sociedade em geral diz muito a respeito da proliferação do vírus.

“A maioria dos jovens, por se sentirem saudáveis, buscam formas de estar em comunhão com os amigos, seja visitando um parente, ou na casa de outro colega. Acontece que esse público, ao sair de casa, fica sujeito a retornar infectado pelo vírus. É por motivos como esses que o aumento de contágio acontece de forma tão rápida”, observou.

Por essa razão, o Governo do Estado reforça as ações para manter os cuidados com a higienização e distanciamento social, fazer uso de máscara facial, que é extremamente necessário, que evitem sair de casa e escolha uma pessoa da família para ir ao mercado, adiar visitas a parentes e amigos. São pequenas atitudes que fazem grande diferença na vida de todos. Dessa forma será possível conter o aumento do número de casos, baixando consequentemente o número de internações e óbitos.



Jaqueline Malta Fotos: Daiane Mendonça Secom - Governo de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários