Funcionários de posto de saúde são advertidos por publicarem fotos com filtro de 'jacaré' após vacina da Covid


Cerca de 14 funcionários de uma unidade de saúde em Várzea Paulista (SP) se envolveram em uma polêmica na cidade e foram advertidos verbalmente depois que publicaram fotos com filtro de "jacaré" após serem vacinados contra a Covid-19.

As imagens foram postadas em perfis particulares e prints foram repercutidos nas redes sociais. De acordo com a prefeitura, após a repercussão, os profissionais foram orientados sobre a situação e retiraram as imagens.

A Unidade Gestora de Saúde em Várzea Paulista informou, por meio da prefeitura, que "essas brincadeiras são desaconselhadas" e reiterou o trabalho de enfrentamento ao Coronavírus na cidade.

"A diretoria da OS tomou as providências e a prefeitura apenas reiterou, sem tirar deles os méritos pelo trabalho que vêm realizando no enfrentamento à pandemia. Acreditamos que caso a brincadeira tivesse ocorrido fora do horário de expediente e fora do ambiente de trabalho, não haveria qualquer problema", informou a assessoria da prefeitura.

A ação de imunização da equipe da unidade de saúde de Várzea Paulista foi finalizada nesta segunda-feira (25).

Polêmica

A imagem do jacaré foi supostamente uma ironia a um comentário do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), em dezembro de 2020, em evento na Bahia, sobre a vacina produzida pela farmacêutica americana Pfizer.

O contrato constaria o aviso de que a fabricante não se responsabiliza por qualquer efeito colateral. "E na Pfizer [contrato da Pfizer] tem lá: nós [Pfizer] não nos responsabilizados. Se eu virar um chi, se eu virar um jacaré, se você virar super homem, se nascer barba em alguma mulher, ou algum homem começar a falar fino... e o que é pior: mexer no sistema imunológico das pessoas", falou.



Por Carlos Henrique Dias e Pâmela Ramos, G1 Sorocaba e Jundiaí
Foto: Reprodução/Redes sociais

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu