<

Deputado Cirone Deiró apresenta proposta para recuperação das nascentes em propriedades rurais



“A proteção e recuperação das nascentes e mananciais asseguram o fornecimento de água de qualidade para o consumo humano e também para os animais no campo”, afirmou o presidente da Comissão de Agricultura, deputado Cirone Deiró (PODE), ao justificar sua proposta para a criação do programa de recuperação de nascentes e das matas ciliares com o objetivo de garantir água de qualidade nas propriedades rurais. O projeto deverá ser executado por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental-Sedam que ficará responsável pela execução do programa de recuperação das nascentes degradadas e recuperação das matas ciliares por meio do plantio de árvores nativas próximo de todas as nascentes que forem recuperadas.

A proposta busca reduzir os impactos provocados pelo longo período de estiagem dos últimos anos, associado à escassez das chuvas, fato que tem reduzido a quantidade de água que infiltra no solo e tem comprometido a manutenção das nascentes. Em vários municípios, os agricultores relatam que as nascentes de suas propriedades estão secando ou tiveram consideravelmente o seu volume de escoamento diminuído. Consequentemente o volume disponível de água para captação pelos agricultores diminuiu drasticamente e já dá os primeiros sinais de colapso.

De acordo com o deputado Cirone Deiró, a proposta apresentada ao governo do estado tem como referência o programa Renascer das Águas, implantado pela prefeitura de Cacoal e está transformando a realidade de centenas de propriedades na Capital do Café. Segundo ele, a experiência exitosa alcançada pela Prefeitura de Cacoal pode ser reproduzida pelo governo do estado por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental-Sedam em todos os municípios rondonienses. “A escassez de água nas propriedades rurais compromete a qualidade de vida das pessoas e limita a produção agrícola, a exemplo da cafeicultura, hortifrutigranjeira e até mesmo a pecuária de leite e de carne”, alertou.

Cirone Deiró disse que diante do atual cenário, o que o futuro nos reserva é a falta d’água e consequentemente o racionamento. “Para garantirmos um futuro com água em abundância, temos que começar a trabalhar agora, com foco em projetos que envolvam os agricultores e suas famílias e beneficiem as gerações dos nossos filhos e netos”, alertou. Segundo o presidente da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa, para combater o desabastecimento e garantir a segurança alimentar, devemos priorizar uma política de incentivo ao uso racional da água, a proteção e a recuperação dos mananciais e matas ciliares, com a adoção de medidas que possam ser construídas e implementadas em todos os municípios.




Texto: Edna Okabayashi-ALE/RO
Foto: Marcos Figueira-ALE/RO

Postar um comentário

0 Comentários