<

Material apreendido em assentamento dos camponeses em fazenda onde policiais foram mortos

A Polícia civil e Militar continua aos trabalhos para prender os criminosos que mataram dois policiais militares do Estado de Rondônia em uma fazenda que foi invadida por um grupo grande de sem terras às margens da BR 364 após ao distrito de Nova Mutum Paraná em Porto Velho.

Já a vários dias os policiais então engajados na operação e alguns suspeitos já foram presos através de mandados de prisão preventivas e vários matérias foram apreendidos como diversos fardamentos militares, facões, foices, miguelitos, motosserras, armas longas, munições e coletes balísticos.

A Delegada doutora Leisaloma relatou em coletiva que quase todos os envolvidos na mortes dos militares já foram identificados e agora é questão de tempo para a polícia efetuar a prisão dos envolvidos, sendo que o líder identificado como Gedeon está foragido e era o responsável por repassar para os demais seu conhecimento que recebeu de guerrilha. 


HORA 1 RONDONIA

Postar um comentário

0 Comentários