<

Homem é suspeito de estuprar a própria filha e de armazenar 9 mil vídeos pornográficos de crianças


Policiais militares prenderam em flagrante, na quinta-feira (15), um homem de 45 anos suspeito de armazenar 9 mil vídeos com conteúdo pornográfico infantil, em Rio Verde, no sudoeste do estado.

Os militares apreenderam pen drives, cartões de memórias e um celular na casa do homem. Segundo a Polícia Civil, em uma das imagens, ele estupra a própria filha.

O delegado Caio Martines Santos Pereira, plantonista da Central de Flagrantes, falou que o suspeito ainda não foi interrogado nem apresentou advogado de defesa. Mas alegou informalmente que desconhece quem salvou o conteúdo pornográfico nas mídias e negou ser dono dos arquivos. Sobre o estupro da filha, não se pronunciou.

A Polícia Militar informou que havia 8,5 mil vídeos. Posteriormente, o delegado atualizou a informação para 9 mil imagens.

“Tinha um vídeo dele estuprando a própria filha no meio dos outros. Ele diz que não sabia das imagens e se exime da responsabilidade. Alegou que recebia as mídias em um grupo de mensagens, mas que não olhava nem baixava, por isso não sabe quem guardou tudo nos pen drives e cartões de memória”, comenta o delegado.

De acordo com a polícia, os cartões de memória e pen drives têm conteúdo envolvendo crianças entre 3 e 12 anos de idade. O delegado revela que as 11 mídias de armazenamento estavam guardadas em um quarto trancado, a que só o homem teria acesso, apesar de negar o crime.

Suspeita de estupro da filha
Além da apreensão das mídias e do celular, que provocaram a prisão, o delegado contou que o homem é suspeito de estuprar a própria filha, no ano passado. Ela tinha 13 anos à época.

Sobre o estupro, a investigação ficará com a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Rio Verde, que fará um inquérito à parte do flagrante com as mídias pornográficas.

O homem já tinha passagem na polícia por furto e está detido em uma delegacia da cidade.




Fonte: G1 GO

Postar um comentário

0 Comentários