<

Governo de Rondônia deflagra operação policial para o restabelecimento da ordem pública na zona rural de Porto Velho



Armamentos, munições e outros equipamentos foram apreendidos em um barracão instalado estrategicamente pelo grupo no meio da mata


O Governo do Estado de Rondônia por meio da Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), efetuou ações frente aos crimes bárbaros que assolaram a sociedade em nível nacional, no último dia 3, na região da fazenda Norbrasil, a 30 km do distrito de Mutum-Paraná em Porto Velho, resultando na morte de dois policiais militares e seis feridos.

De imediato, a Polícia Militar de Rondônia planejou uma ação policial conjunta com os demais órgãos de segurança pública que compõe a Sesdec para resgatar os policiais militares vitimados e a logística de armamentos, munições, viaturas e colete do local dos crimes. Após o cumprimento da ação policial no dia 4, foi iniciada a fase de investigação dos fatos pela Polícia Judiciária Civil de Rondônia, no sentido de esclarecer a dinâmica dos acontecimentos, identificar, localizar e prender os criminosos.



O grupo estava equipado com parabólica, placa de energia solar e internet

Durante a semana, os trabalhos investigativos, realizados pela Polícia Civil de Rondônia, por meio da Delegacia de Homicídios e com o apoio da Inteligência da PM, renderam a identificação dos envolvidos, e com as decisões do Poder Judiciário, foram expedidos mandados de busca, prisão e apreensão. Alguns foram cumpridos, resultando na prisão de dois suspeitos de envolvimento nos crimes do dia 3, além de mais cinco suspeitos conduzidos, totalizando, até o momento, sete pessoas presas.

NOVA AÇÃO

Neste final de semana 10 e 11 aconteceu uma ação policial integrada coordenada pela Polícia Militar de Rondônia na região da fazenda Norbrasil. O objetivo era efetuar o cumprimento de alguns mandados de busca, prisão e apreensão, e também efetivar a reintegração de posse da área rural invadida. Houve a incursão da tropa nos lotes invadidos da fazenda, sendo constatada a presença aproximada de 500 pessoas na área em litígio. Houve animosidade dos invasores, havendo a necessidade do uso de Técnicas de Controle de Distúrbios Civis para preservar a integridade física de todos que se encontravam presentes no momento da ação.

A região invadida foi controlada pela ação policial ainda na manhã de sábado, onde os oficiais de justiça iniciaram os trabalhos de reintegração de posse no local, com o apoio da equipe da Polícia Militar para a concretização da decisão judicial.

Foram encontrados na localidade munições de arma de fogo, armas brancas, coletes balísticos, binóculos, uniformes camuflados, vários veículos entre automóveis e motocicletas, rádios transceptores, bem como também estrutura de internet instalada com antenas parabólicas e placas de energia solar.

Na manhã de hoje (11) foi realizado o trabalho de varredura da região, bem como o término da triagem dos ocupantes da área invadida. A área em litígio foi desocupada, sendo retirados os pertences dos invasores, os quais também foram removidos por meio de ônibus e caminhões para uma localidade segura próxima. O processo de varredura da região ainda continua.

OPERAÇÃO

Tanto o Governo de Rondônia, por meio da Sesdec, e do Poder Judiciário, no objetivo comum, manteve o sigilo da operação visando preservar vidas e assegurar a eficiência das ações em campo.



A Polícia Militar encontrou estoque de alimento no barracão

Além disso, todos os meios e recursos existentes na estrutura da Sesdec foram disponibilizados para a Polícia Militar no intuito de assegurar todas as condições possíveis para o sucesso da operação e segurança de todos os irmãos de farda envolvidos nos diversos desdobramentos das ações realizadas nesse período.

Ressalta-se que em momento algum o Governo do Estado sequer considerou a possibilidade de requerer o emprego de outras forças federais, pois tem plena convicção e confiança nas forças estaduais de segurança que integram a Sesdec.

As forças de segurança pública estaduais, por meio do alto nível de profissionalismo de seus valorosos policiais militares, ainda estão trabalhando incessantemente para alcançar o êxito necessário e esperado pela sociedade rondoniense.

Postar um comentário

0 Comentários