<

Sugestão de secretário incomoda Bolsonaro: “gente sem o mínimo de coração”



Tácio Lorran, Fernando Caixeta, Metrópoles - Incomodado com a repercussão negativa do assunto, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse, nesta terça-feira (15/9), que vai levantar um “cartão vermelho” para integrantes do governo federal que propuserem congelar aposentadorias e pensões do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Sem citar nominalmente o secretário especial da Fazenda, Waldery Rodrigues, que defendeu a ideia publicamente nessa segunda-feira (14/9), Bolsonaro disse que “quem porventura vir a propor para mim uma medida como essa, só posso dar um cartão vermelho para essa pessoa”.

O recado foi publicado nesta manhã em uma rede social. Bolsonaro apresentou as manchetes de alguns jornais do país que publicaram a proposta da equipe econômica de congelar a aposentadoria e disse não querer mais ouvir falar em Renda Brasil até 2022.


Leia mais no Metrópoles.



Fonte:  Brasil 247/(Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Postar um comentário

0 Comentários