<

Quem usa óculos tem 5 vezes menos chances de pegar COVID-19, diz estudo



Vários estudos científicos descobriram que o novo coronavírus pode entrar no corpo humano através dos olhos por meio de gotículas ou tocados pelas mãos.

Um novo estudo descobriu que pessoas que usam óculos podem ter menor risco de contrair COVID-19 do que aquelas que não usam óculos. Pesquisadores analisaram informações de 276 pacientes com SARS-CoV-2 em um hospital na província chinesa de Hubei e perceberam que apenas cerca de 6% disseram que usavam óculos por mais de 8 horas por dia, todos com miopia. Esse valor é muito menor do que a taxa estimada de miopia entre os moradores de Hubei, que é de 31,5%.

Isso indica que as pessoas que usam óculos têm cerca de cinco vezes menos probabilidade de serem diagnosticadas com COVID-19 do que a população em geral. Os resultados foram publicados na revista científica JAMA Ophthalmology.

"Nossa principal descoberta foi que os pacientes com COVID-19 que usam óculos por um período prolongado todos os dias eram relativamente incomuns, o que pode ser uma evidência preliminar de que os usuários diários de óculos são menos suscetíveis ao COVID-19", escreveram os autores.



© AFP 2020 / DAMIEN MEYER
Agente de saúde coleta amostra para teste para COVID-19 em Hospital Universitário de Rennes, França, 7 de setembro de 2020

A equipe de cientistas afirma acreditar que isso ocorre porque os receptores ACE-2, aos quais o vírus se agarra para entrar e infectar células humanas, podem ser encontrados nos olhos. Estudos descobriram recentemente que os olhos produzem ACE-2, tornando os órgãos o alvo principal do vírus.

Essa descoberta fornece mais evidências de por que os profissionais de saúde devem usar proteção para os olhos e por que mais atenção deve ser dada a medidas preventivas, como lavar as mãos com frequência e evitar tocar no rosto.

Usar ou não usar óculos

"Para usuários diários, que geralmente usam óculos em ocasiões sociais, o uso pode se tornar um fator de proteção, reduzindo o risco de transferência de vírus para os olhos e fazendo com que usuários diários de longo prazo de óculos raramente sejam infectados com COVID-19", escrevem os autores.
Todavia, em comentário convidado no artigo, Lisa Maragakis, professora associada de medicina e epidemiologia da Escola de Medicina da Universidade Johns Hopkins, EUA, afirma que as pessoas não devem usar óculos se não precisassem deles.

"Embora seja tentador concluir a partir desse estudo que todos deveriam usar óculos, óculos de proteção ou proteção facial em público para proteger seus olhos e a si próprio do COVID-19, de uma perspectiva epidemiológica, devemos ter cuidado para evitar inferir uma relação causal de um único estudo observacional", alerta Maragakis.

Fonte: sputniknews

Postar um comentário

0 Comentários