<

Foragidos perigosos são presos durante a Operação Hórus


Os foragidos André Luiz Pereira da Costa, 38 anos, e Daniel da Silva e Silva, 18 anos, foram presos preventivamente por investigadores da 2° Delegacia de Polícia de Porto Velho, coordenados pelos delegados Keity Mota e Odair Roberto. A ação faz parte da Operação Hórus, desencadeada desde 2019, na região da Ponta do Abunã, na Capital. A dupla tinha envolvimento com facções criminosas.

Segundo a Polícia, André era considerado um dos principais integrantes da facção criminosa Comando Vermelho, que agia na Ponta do Abunã. Apontado como o autor de um roubo ocorrido na região, o delegado Odair Roberto representou pela prisão preventiva do criminoso, a Justiça autorizou e ele foi preso na última terça-feira (15), com apoio da Polícia Militar.

As diligencias continuaram e os policiais localizaram o homicida Daniel, que estava escondido na Zona Rural de Extrema. Durante a varredura na casa, o criminoso foi flagrado com uma espingarda calibre 22 e várias munições.

De acordo com a delegada contra Daniel, havia dois mandados de prisão expedidos pela justiça. Ele é apontado como o autor dos assassinatos praticados contra os irmãos Marcelo e Edicel, ocorridos na Ponta do Abunã.

A motivação dos crimes praticados por Daniel, segundo a Polícia, seria por conta de briga entre facções criminosas. Além de responder por dois homicídios, o criminoso também irá responder pelo crime de porte ilegal de arma.

Os dois foragidos receberam voz de prisão, e foram encaminhados para o presídio, onde ficarão à disposição da justiça.




Fonte: Rondônia agora

Postar um comentário

0 Comentários