<

Dono de festa que fez convidada perder bebê após espancamento é preso


Em resposta a sociedade, investigadores da 1ª Delegacia de Polícia de Ji-Paraná prenderam na tarde de quinta-feira (10), Ronaldo F. S., 31 anos, acusado de agredir violentamente Karla G., de Oliveira, no mês de julho deste ano.

Demonstrando total desrespeito ao protocolo de isolamento referente à prevenção da disseminação do vírus Covid-19, no dia 16/07/2020, Ronaldo realizou uma “festa” em sua residência no município de Ji-Paraná (RO). Na ocasião, ele teria, injustificadamente, agredido a mulher causando lesões graves e gravíssimas, impondo a vítima a cirurgia para reparação do maxilar, implante dentário e, ainda, resultando no aborto de um feto, vez que a mesma estava no terceiro mês de gestação.Segundo as investigações, o motivo das agressões teria sido porque a vítima comentou com uma colega que não estava gostando da festa e queria ir embora. 

O suspeito ouviu a conversa e se sentiu ofendido. Este fato foi o suficiente para espancar brutalmente a moça, quebrando-lhe dentes e maxilar . 

O delegado titular da 1ª DP de Ji-paraná, Dr Derli Gouveia presidiu as investigações e representou pela prisão preventiva do suspeito. O Tribunal de Justiça da comarca de Ji-paraná concedeu o pedido e na data de ontem, os agentes do Serviço de Investigação e Captura-Sevic prenderam Ronaldo em sua residência. O mesmo confessou a autoria das agressões, alegando que estava sob efeito de embriaguez alcoólica e “não sabia” o que estava fazendo. Ele foi indiciado e encaminhado ao Sistema prisional onde permanecerá à disposição da justiça.

Ronaldo é detentor de uma extensa certidão de antecedentes criminais. O mesmo é responde pelos crimes de furto, tráfico de substância entorpecente e consumo de substância entorpecente, receptação, lesões corporais, roubo e casos decorrentes de violência doméstica.

“Este é o tipo do caso que a Polícia Judiciária Civil não admitirá em hipótese nenhuma. A sociedade e a vítima mereciam uma resposta e nós demos. Mesmo em pandemia, estamos trabalhando para servir a sociedade.” Afirmou o delegado Derli Gouveia.


Foto: Rondoniaovivo

Fonte: Rondoniaovivo

Postar um comentário

0 Comentários