<

Projeto Gestão na Estrada avança com economia e agilidade na recuperação da malha viária do sudeste de Rondônia



Planejar e executar com eficiência é o primeiro passo para o sucesso de uma gestão. Mas, todo bom gestor precisa conhecer e acompanhar a realidade de cada setor, de cada região e saber as dificuldades que impedem o progresso do Estado de Rondônia. O Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes (DER), criou o projeto “DER Gestão na Estrada”, com o objetivo de levar técnicas, métodos e garantir o melhor uso dos equipamentos e materiais. A padronização dos serviços e aplicação de materiais tem gerado economia de recursos.

Além da direção-geral do DER, os trabalhos contam com a participação da Coordenadoria de Operações e Fiscalização (COF), Coordenadoria de Usina de Asfalto (Cousa) e Gerência de Patrimônio.

Na região Sudeste, em rodovias não pavimentadas, os serviços são elogiados pelos moradores. Os trabalhos são realizados pela equipe 5ª Residência Regional do DER, em Rolim de Moura.

Na Rodovia 383 ou linha 47,5 no trecho que interliga Alta Floresta do Oeste ao distrito de Nova Gease, foram recuperados 40 quilômetros de estrada de chão. A equipe do DER trabalhou incansavelmente realizando serviços de patrolamento (reconformação da plataforma), limpeza lateral, drenagem, encascalhamento, instalação de tubos de aço corrugado, manilhas de concreto, elevação e rebaixamento de greide da pista em pontos específicos.

Moradores relatam que a rodovia possuía muitas pedras pontiagudas, o que ocasionava prejuízos e aumento no tempo do percurso. Além disso, no período do inverno amazônico, diversos trechos ficavam intransitáveis por horas, devido as enchentes que atingiam a estrada. É o caso do trecho no quilômetro 30, a equipe realizou o aterro de aproximadamente 500 metros com rolo compactador pé de carneiro, com elevação do eixo da pista em mais de dois metros de altura.

Além disso, a equipe do DER instalou mais dois tubos de aço corrugados (armco) e utilizando a escavadeira hidráulica construíram um dreno na lateral da pista para comportar o transbordo do rio e evitar que o trecho fique alagado. “São ações como essa planejadas e executadas com eficiência que vai gerar economia, e diminuirá o sofrimento de quem precisa utilizar essas rodovias, principalmente no período chuvoso”, pontuou o diretor-geral do DER, Elias Rezende.


Serviços de limpeza lateral e patrolamento (reconformação da plataforma) de aproximadamente 40 quilômetros das RO-370 e RO-495 entre os municípios de Parecis e Alto Alegre dos Parecis já foram concluídos. As ROs-370 e 495 ainda receberão os serviços de elevação e rebaixamento de greide da pista em pontos específicos, instalação de tubos de aço corrugado, manilhas de concreto, encascalhamento e a recuperação da ponte de madeira sobre o rio Branco.

A RO-484 que liga as Rodovias 370 e 491 em Santa Luzia do Oeste também está recebendo a atenção do DER em limpeza lateral, saída de água pluvial, patrolamento e recuperação de ponte de madeira.

PAVIMENTAÇÃO

Outra ação planejada pelo DER Gestão na Estrada é a recuperação das rodovias pavimentadas que recebem padronização da produção e aplicação da massa asfáltica. As técnicas desenvolvidas melhoram a aplicação do produto e a durabilidade do serviço, além de proporcionar economia aos recursos públicos. O diretor-geral Elias Rezende acompanhado da equipe técnica esteve in loco acompanhando os trabalhos e verificando as melhorias necessárias.

As rodovias 267 e 135 inclusive o perímetro urbano de Castanheiras foram recuperadas em apenas 15 dias. Os serviços foram e estão sendo realizados pela equipe da 4ª Usina de Asfalto do DER.

A RO-490 entre a RO-383 até o município de Alto Alegre dos Parecis que está com sua malha toda deteriorada, está recebendo máquinas e homens do DER.

“A RO-383 trecho do trevo da RO-490 até o município de Alta Floresta do Oeste receberá uma atenção especial. Já estamos programando para unirmos equipes das usinas de outras regionais para concluirmos os trabalhos na 490 e iniciarmos os trabalhos de recuperação da 383. É inadmissível que rodovias importantes como essas fiquem intransitáveis, colocando em risco a vida de quem passa por elas”, pontuou.

Rolim de Moura também está sendo beneficiada com a maior obra de asfaltamento urbano, são quase 30 quilômetros de asfalto nos bairros e no único distrito Nova Estrela.

PATRIMÔNIO

Um dos fatores cruciais para uma boa gestão é saber sobre os maquinários e equipamentos das regionais do DER. O Departamento de Patrimônio tem essa finalidade, saber o estado de conservação de cada maquinário, equipamento e a necessidade de cada região.

O diretor-geral, Elias Rezende, explica que muitas vezes um maquinário pode estar ocioso em uma regional e outra precisando. “O patrimônio tem essa importante missão de ver as condições desses equipamentos, direcionar para o local certo e agilizar. Além disso ver a necessidade de aquisição de novos equipamentos. Dar condições de trabalho aos nossos servidores, que há anos sofrem sem equipamentos de trabalho de qualidade. Nossos engenheiros, não possuem computadores ou softwares que atendam a demanda, são pequenos detalhes que muitos não viram e estamos buscando solucionar”, disse.

Fotos: Gabriela Mourão e Ricardo Barros
Fonte: Secom - Governo de Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários