<

Menina deficiente aparece com sinais de estupro e pai, mãe e padrasto são conduzidos à delegacia


O pai, a mãe e o padrasto de uma menina de 7 anos foram conduzidos à Central de Polícia, em Porto Velho, após a avó da criança suspeitar que a neta havia sofrido violência sexual. O caso de estupro de vulnerável foi registrado na madrugada deste domingo (9) pela Polícia Militar (PM).

Segundo a polícia, a avó contou que a neta é portadora de deficiência e havia passado parte do sábado (8) na casa do pai e o restante do tempo junto na casa da mãe e do padrasto.

Ao buscar a neta, ela notou que a menina tinha uma mordida no braço, estava com a genitália vermelha e mancava. Como a criança tem deficiência e não fala, ela ficou preocupada e decidiu chamar a polícia.

Pelo fato que a criança esteve em mais de um local no mesmo dia, o pai, a mãe e o padrasto dela foram levados pela PM à Central de Polícia.

O delegado plantonista determinou a realização de exame de corpo de delito e encaminhou o caso à Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente da capital.

Fonte: G1 RO

Postar um comentário

0 Comentários