<

Grupo do MP que investiga Flávio Bolsonaro assume apuração sobre Carlos no caso dos funcionários fantasmas



Carlos Bolsonaro e Flávio Bolsonaro


O Gaecc (Grupo de Atuação Especializado ao Combate à Corrupção), do Ministério Público estadual do Rio, assumiu há cerca de três semanas a investigação sobre funcionários fantasmas no gabinete de Carlos Bolsonaro.

É o mesmo grupo que investiga Flávio Bolsonaro.

Entre as pessoas que tiveram sigilo bancário quebrado na apuração contra o senador, quatro também trabalharam para o vereador. O uso das provas da investigação de Flávio no inquérito de Carlos depende de autorização judicial, informa o Painel da Folha de S.Paulo.

O Gaecc entrou no caso após o Supremo decidir que é inconstitucional o foro especial a vereadores.

Fonte: Brasil 247/(Foto: REUTERS/Adriano Machado)

Postar um comentário

0 Comentários