<

Após homicídio, PM encontra arma de fogo que estava no sítio de ex-presidiário que foi morto a tiro, em Ji-Paraná



Logo após o homicídio, onde vitimou a pessoa de Maurício Cintra Talarico, a Central de Operações da PM (190) recebeu uma ligação informando que um motociclista estava seguindo um Fiat Strada, de cor branca, que havia acabado de sair da Linha onde aconteceu o crime e que os ocupantes daquele veículo, exibiam armas de fogo. Mas, após algum tempo, o denunciante acabou perdendo o carro de vista.

Imediatamente, as Guarnições de Rádio Patrulha intensificaram o patrulhamento, mas não conseguiram localizar os suspeitos.

Depois de algum tempo, uma Guarnição de RP recebeu uma denúncia informando que o tal veículo estava escondido na casa da vítima do homicídio, localizada na Rua Aracaju, entre as Ruas T-13 e T-14.

Os PM’s foram até ao local e encontraram o veículo parado em frente à casa, com o radiador estourado. Dentro do carro, os policiais avistaram uma capsula deflagrada de pistola e perceberam que o portão estava entreaberto.

Ao fazer uma busca pelo local, os militares se depararam com a janela de um dos quartos arrombada e os móveis todos revirados. Próximo a janela foi localizado uma mochila, de cor preta, contendo vários relógios da marca Invicta, joias e duas maletas de arma de fogo, contendo carregadores vazios de pistola.

Já em cima do telhado, os policiais localizaram um rifle, calibre 38, sem munição.

Continuando com as buscas, os PM’s constataram que todos aqueles materiais encontrados pertenciam à vítima e que estava no sítio, porém foram retirados pelos amigos que ficaram com medo da polícia encontrar na cena do homicídio.



Fonte: Comando 190

Postar um comentário

0 Comentários