<

Vídeo - Mulher é estuprada, roubada e trancada dentro de sala em empresa



Vítima reconheceu o suspeito através das imagens de segurança; além do abuso sexual, ele roubou aparelhos eletrônicos e fugiu logo em seguida.

Uma mulher foi estuprada, nesta segunda-feira (8), e trancada dentro da sala de uma empresa em Maceió, capital de Alagoas. Após cometer o abuso sexual, o suspeito roubou aparelhos eletrônicos e conseguiu fugir.

À Gazetaweb, o proprietário da empresa relatou que a mulher chegou cedo ao local de trabalho e estava realizando as primeiras ações do dia, quando foi abordada por um homem.

"Ao abrir a empresa, ela desativou o alarme, tirou o tapete e colocou para fora, quando ela fez esse ato de colocar o carpete para fora chegou um meliante. Ele empurrou a porta e colocou a faca no pescoço e na barriga dela o tempo todo. E pedia que ela desse dinheiro e os notebooks", disse.

De acordo com ele, a vítima contou que, logo após esse momento, o suspeito começou a retirar a roupa dela e a levou para o andar de cima da empresa, com a faca sempre apontada para o pescoço da mulher.

"No andar de cima, ele começou a tocar com as mãos nas partes íntimas e, depois disso, ele fez uma penetração. Ela continuou lutando e se jogou no chão. Ela lutou bravamente na maneira que pode. O camarada a trancou em uma sala na parte superior da empresa. Além disso, ele pegou os notebooks disponíveis e uma tela de computador", explicou.

A vítima foi encontrada trancada na sala por outra funcionária, que ouviu gritos vindos do local. Ambas se trancaram no local e esperaram a chegada da Polícia Militar (PM), agentes do programa Ronda no Bairro e uma equipe responsável pela segurança da empresa.

A mulher ainda foi encaminhada ao Hospital da Mulher, onde realizou os exames cabíveis e tomou um coquetel de medicamentos para prevenir o contágio de doenças venéreas, como a AIDs.

Um Boletim de Ocorrência (B.O.) foi confeccionado para a realização dos procedimentos cabíveis. A vítima, que reconheceu o suspeito ao ver as imagens do circuito de segurança da empresa e constatar as características físicas e de vestimenta, também fez um exame de corpo de delito.

Fonte:  Gazetaweb

Postar um comentário

0 Comentários