<

Manifestante joga lata de tinta vermelha na frente da rampa do Palácio do Planalto

Manifestante jogou uma lata de tinta vermelha na frente do Palácio do Planalto Foto: Marco Grillo


Um manifestante jogou uma lata de tinta vermelha na frente da rampa do Palácio do Planalto na manhã desta segunda-feira. Segundo a Polícia Militar do Distrito Federal, o ato foi cometido por um homem que vestia uma camisa branca e fugiu na sequência. Segundo testemunhas, minutos depois ele voltou ao local e saiu de um carro gritando palavras de ordem. Como estava sujo de tinta vermelha, foi detido por agentes que cuidam da segurança presidencial.


De acordo com a PM, ele foi encaminhado pela equipe da segurança da Presidência para a Polícia Federal. Em nota, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) afirmou que o autor foi "entregue para as autoridades policiais, para a adoção das medidas legais cabíveis". O GSI acrescentou que o Palácio do Planalto foi alvo de um "ato de vandalismo" e confirmou que o responsável foi detido pelos próprios agentes que ficam no local.

A Polícia Federal informou a tarde que o manifestante estava sendo atendido por um defensor público e prestaria depoimento na Superintendência Regional do Distrito Federal até o fim do dia.

Um apoiador do presidente Jair Bolsonaro que diz ter presenciado a cena à distância afirmou que o manifestante saiu correndo depois de arremessar a tinta. Segundo este apoiador, o homem veio a pé e saiu correndo depois. Uma outra pessoa em uma moto o aguardava, segundo o apoiador, e os dois saíram pela Esplanada dos Ministérios.

Funcionários da equipe de limpeza do Palácio do Planalto foram deslocados para o local para retirar as manchas, serviço que foi concluído no início da tarde.

Fonte: O Globo

Postar um comentário

0 Comentários