<

'Só pedi pra ele usar a máscara', diz motorista agredido por passageiro



Porto Velho, RO - Motorista da linha 7070, em Ibirité, na região metropolitana de BH, recebe socos depois de pedir uso da máscara no coletivo a um passageiro, que fugiu após praticar a agressão

Um motorista de ônibus da linha 7070 (Terminal Ibirité/Durval de Barros), da cidade de Ibirité, na região metropolitana de Belo Horizonte, foi agredido por um passageiro que se recusava a utilizar máscara dentro do coletivo. O caso de violência gratuita aconteceu no último sábado e foi divulgado pela própria vítima em uma rede social.

"Bom dia a todos, hoje pela manhã fazendo o 7070, sentido Palmeiras, um passageiro, que mora nas redondezas do São Pedro, veio me agredir por eu pedir a ele para colocar a máscara, porque já é lei no comércio e, principalmente, no coletivo. Aí, fica minha indignação dos seres humanos, que, pra mim, é um animal que pega a gente indefeso", postou o motorista Varlei Resende.

Socos e fuga

Em contato com a reportagem, Resende não quis falar muito sobre o caso, segundo ele, para não atrapalhar as investigações da polícia. "Ele me deu dois socos. Um no olho e outro no nariz. Depois fugiu, porque a porta (do ônibus) ainda estava aberta", contou Resende, que fez questão de registrar um boletim de ocorrência policial sobre a agressão que sofreu.

A divulgação do caso de violência banal por conta da medida de prevenção contra o novo coronavírus viralizou' pelo Facebook. Até a publicação desta matéria, a imagem de Resende ensaguentado após a agressão totalizava mais de 8 mil compartilhamentos com quase 700 comentários dos internautas, a maioria deles de apoio ao motorista.


Postar um comentário

0 Comentários