<

Lula sugere que PT pode ensinar a combater a corrupção

Lula rejeita acordo para deixar prisão em troca de abandonar ...

Porto Velho, RO - Em São Paulo, ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirma que governos do partido tornaram a Polícia Federal e o Ministério Público capazes de combater a corrupção
Mesmo o partido sendo sendo alvo central das investigações de esquemas de propina da Operação Lava Jato, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou neste sábado (20) que o PT pode ensinar como se combater a corrupção, citando ter sido durante os 14 anos do partido à frente do executivo nacional que se fortaleceram a Polícia Federal e o Ministério Público. Lula é réu em cinco processos relacionados à operação.

A fala de Lula ocorreu durante o seu discurso de posse de novos integrantes do diretório regional do Partido dos Trabalhadores em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. O ex-presidente insinuou que a corrupção sempre existiu no Brasil e não seria lago novo. "Iniciamos a corrupção há 500 anos nesse país. Começou matando os índios, tomando a terra dos índios. Matando o negro. Foram 300 anos de escravidão, não foram 300 dias não".

Lula minimizou as graves denúncias de envolvimento dos governos, campanhas e integrantes do partido nos esquemas investigados pela Operação Lava Jato. "Então, o PT, na hora que você vai pegar o PT tem dificuldade, mas não tem tantas. No começo, o PT só queria aprender, aperfeiçoar, ensinar", disse.

Em seguida ele afirma que o partido que tem mais membros na mira dos procuradores da república pode ajudar a combater a corrupção. "Hoje, o PT pode te ensinar como combater a corrupção. Porque ninguém na história desse país criou mais mecanismos para combater a corrupção do que nos anos do PT no poder", disse.

Lula seguiu falando que as instituições de combate à corrupção só foram aperfeiçoadas graças aos governos do partido. "A Polícia Federal é o que é por causa do PT. O Ministério público é o que é, hoje, porque na quem na constituinte de 1988, o (José) Genoino brigou pelo Ministério Público, porque antes o Ministério Público era um apêndice do Ministério da Justiça. Fomos nós que começamos com modelo de indicar o primeiro da lista para ser procurador-geral. E não me arrependo disso. A única coisa que eu quero é que se combata a corrupção e respeite o estado de direito nesse pais. Que se respeite às leis desse país", disse Lula.


Postar um comentário

0 Comentários