<

Em Manaus, protetor de animais sai às ruas para trocar máscaras por saco de ração




"Eu tenho 79 animais entre gatos, cachorros e um casal de coelhos, e assim já fazem sete anos que estou lutando", diz Eloy Rabelo

Porto Velho, RO - Amor ao próximo e amor aos animais, não há distinção quando o sentimento é verdadeiro e, como prova disso, o Portal Repórter Manaós, com exclusividade vai te contar a história do ex-gerente de loja, que virou “Protetor de animais”, aos 32 anos, Eloy Rabelo Neto, morador do bairro São Jorge, Zona Oeste de Manaus, cuida de 79 animais domésticos em uma casa feita somente para os peludinhos, na Rua Ambrósio Ayres, no mesmo bairro.

Eloy contou que o ato começou quando ele via a maldade no coração das outras pessoas que abandonavam os animais em caixas no igarapé. “Eu moro na beira do igarapé. As pessoas pegavam os filhotes de gatinhos colocavam em caixas de papelão e jogavam no igarapé. Uma cachorra que resgatei, ela ouvia a miada e latia e eu descia lá pra baixo, pegava as caixas e abria. E os que estavam vivos eu resgatei. Desde então eu faço isso. Quando eu saio por ai, eu encontro em lixeiras, sacos e caixas de papelão os animais. Eu resgato todos, alimento e crio amor. Assim eu comecei a lutar pela causa”, revelou.





“Agora em tempos de pandemia, estou fazendo campanhas no Facebook para quem tiver interesse em me ajudar com as rações. Eu tenho 78 gatos, três cachorros e um casal de coelhos, e assim já fazem sete anos que estou lutando”





E é nas redes sociais, que o protetor está recebendo apoio da população manauara. Em sua página pessoal no Facebook, ele postou vídeos, onde foi às ruas no último domingo (17), segurando uma placa com máscaras, escrita, “Troco uma máscara por um saco de ração”.


“Eu tive essa ideia de encomendar as máscaras e ir para as ruas pedir ajuda”, destacou.





“Continuo lutando pela causa animal. Nunca vou desistir deles. Cuido de 78 gatos todos resgatados. E cuido 3 cachorros resgatados. Preciso de ração estou com a minha campanha correndo atrás. Eu sei que tá difícil mas estou correndo atrás”, frisou.


Quem puder ajudar a causa animal do senhor Eloy pode ligar para os telefones (92)98162-1810 ou 99488-1197.



Ajude compartilhando, marque seus amigos, ONGs e protetores que você conhece. Vamos ajudar?





Por Suzana Martins – Repórter Manaós

Postar um comentário

0 Comentários