<

Saque em dinheiro do auxílio emergencial começa na segunda (27)



Lançamento do aplicativo CAIXA|Auxílio Emergencial
Porto Velho, RO - A Caixa Econômica Federal começará a liberar, na segunda-feira (27), o saque em dinheiro do auxílio emergencial de R$ 600 para trabalhadores com direito ao benefício e que receberão a grana por meio da poupança digital social.

Ao todo, 15 milhões de contas foram abertas pela Caixa. Os saques poderão ser feitos em lotéricas e caixas eletrônicos do banco público e seguirão um calendário pré-determinado. Na segunda (27), terão direito de pegar os valores os nascidos em janeiro e fevereiro.

“Para todo mundo que tem conta digital, a partir desta segunda-feira já começa o recebimento na boca do caixa, no ATM [caixa eletrônico] e na lotérica”, disse o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, em live no Facebook ao lado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), nesta quinta-feira (23).

Os trabalhadores que vão receber os valores são os informais inscritos pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site do programa nos primeiros dias de liberação das inscrições, entre 7 e 10 de abril. Há ainda alguns beneficiários inscritos no CadÚnico, que não tinham conta em banco.

Para receber os valores, é preciso gerar uma senha no aplicativo Caixa Tem. No entanto, o programa tem falhado. As respostas do governo são de que há um grande número de acessos o que tem feito com que a Caixa realize ajustes técnicos para que os programas voltam funcionar normalmente.

Confira o calendário de saque dos valores em dinheiro para quem tem poupança digital:
27 de abril – nascidos em janeiro e fevereiro
28 de abril – nascidos em março e abril
29 de abril – nascidos em maio e junho
30 de abril – nascidos julho e agosto
04 de maio – nascidos em setembro e outubro
05 de maio – nascidos em novembro e dezembro
Bancos vão abrir no sábado

Guimarães também afirmou que as agências da Caixa estarão abertas no sábado (25) em todo o país. Ao todo, são 800 unidades. Ele lembra que, com as filas, algumas agências estão abrindo duas horas mais cedo em todo o país, a partir das 8h.

“Dado a questão das filas em algumas agências da Caixa, realizamos a abertura de 1.100 agências, que abrirão 2 horas antes. São as agências mais cheias. Neste sábado, ao redor de 800 agências abrirão”, disse ele.
Segunda parcela sai em até 30 dias

Após concluir o pagamento a primeira parcela de benefícios, a segunda deverá ser liberada em menos de 30 dias, segundo afirmou Jair Bolsonaro. “Antes de completar 30 dias do recebimento da primeira parcela vai pagar a segunda parcela”, disse.

Até agora, 43 milhões de brasileiros se inscreveram para receber o auxílio. Do total, a Dataprev já analisou os dados de 32 milhões de cidadãos. Além disso, estão sendo feitos pagamentos para os beneficiários do Bolsa Família.

Para pagar todo mundo, foi solicitado mais dinheiro ao Ministério da Economia, que já liberou os valores, mas ainda falta a assinada da medida provisória por parte de Bolsonaro.

As críticas ao governo aumentaram nesta semana, após o Ministério da Cidadania prometer a liberação da segunda parcela sem que todos os inscritos na primeira tivessem recebido os valores ainda.

Na live, Bolsonaro voltou a defender a abertura de comércios, serviços e indústrias para preservar a “questão do emprego”. “Tem sempre aquela historinha: vida você não recupera economia recupera.
Então se a nossa renda vai cair, a morte chega mais cedo. Estou sendo acusado de genocídio por ter defendido uma tese diferente da OMS”, disse.
Veja quem pode receber o benefício

De acordo com a lei, pode receber o auxílio quem cumprir as seguintes condições, acumuladamente:
É maior de 18 anos
Não tem emprego formal
Não recebe benefício assistencial ou do INSS, não ganhe seguro-desemprego ou faça parte de qualquer outro programa de transferência de renda do governo, com exceção do Bolsa Família
Tem renda familiar, por pessoa, de até meio salário mínimo, o que dá R$ 522,50 hoje, ou renda mensal familiar de até três salários mínimos (R$ 3.135)
No ano de 2018, recebeu renda tributável menor do que R$ 28.559,70

O futuro beneficiário deverá ainda cumprir pelo menos umadessas condições:
Exercer atividade como MEI (microempreendedor individual)
Ser contribuinte individual ou facultativo da Previdência, no plano simplificado ou no de 5%
Trabalhar como informal empregado, desempregado, autônomo ou intermitente, inscrito no CadÚnico até 20 de março deste ano ou que faça autodeclaração e entregue ao governo

Fonte: UOL

Postar um comentário

0 Comentários