<

Quem não foi aprovado para o Auxílio Emergencial pode tentar novo cadastro



Porto Velho, RO - O Auxílio Emergencial destinado a ajudar a população mais carente contra a pandemia do coronavírus, já soma mais de R$ 16 bilhões creditados pela Caixa Econômica Federal, para mais de 24 milhões de brasileiros. Mais de 44 milhões de cadastros foram realizados e 10 milhões de contas abertas.

Paulo Henrique Ângelo, vice-presidente da Caixa Econômica Federal, explica que as pessoas que não foram aprovadas para receber o Auxílio Emergencial, podem ter errado alguma informação durante o cadastro, mas será possível tentar novamente por meio do aplicativo Caixa Auxilio Emergencial.

“Para este grupo de brasileiros que forem considerados não aprovados pela Dataprev, também será possível efetuar a contestação e a correção de dados a partir de um novo cadastramento.”

Apesar disso, existem alguns casos que não permitem a contestação e nem um novo cadastro, mas é preciso atenção a cada caso, como exemplifica o vice-Presidente da Caixa Econômica Federal, Paulo Henrique Ângelo.

“Os brasileiros com emprego formal, isso constatado pelas bases oficiais. Aqueles que são servidores públicos. A lei não permite que alguém, que seja servidor público, tenha o auxílio emergencial. Se a Dataprev entendeu que você é um servidor público, mas você não é, você vai contestar”.

A movimentação da Poupança Digital Caixa é realizada pelo aplicativo CAIXA Tem, disponível nas lojas de aplicativos Play Store e App Store. Os beneficiários recebem o crédito por meio dessa conta e, pelo próprio aplicativo, podem realizar pagamento de boletos e contas como água, luz, telefone, dentre outras e, também, efetuar transferências. Para saber mais acesse caixanoticias.caixa.gov.br/

Postar um comentário

0 Comentários