<

Estudantes de Rondônia serão repatriados da Bolívia após pedido de Mariana Carvalho ao Governo do Estado



Porto Velho, RO - O Governo do Estado de Rondônia atendeu solicitação da deputada federal Mariana Carvalho e disponibilizou transporte para resgatar cerca de 80 estudantes brasileiros que estão na Bolívia impossibilitados de retornar para casa desde que o país vizinho fechou suas fronteiras, no mês passado.

“Na sexta-feira, a Vanessa Siqueira entrou em contato com minha equipe. Ela faz parte do grupo que está na Bolívia. Prontamente mobilizamos todos os esforços para atender o pedido e trazê-los de volta”, conta Mariana.

O consulado já havia garantido o transporte até a fronteira brasileira, porém os estudantes terão que arcar com os custos e serão levados de ônibus de Cochabamba a Porto Quijarro, na divisa com Corumbá, em Mato Grosso do Sul. Mas, de lá, o grupo teria que concluir a viagem por conta própria. Até Porto Velho são 2400 quilômetros.



Mariana Carvalho: “Não podíamos deixar nossos estudantes a essa distância e sem recursos para voltar”.

“Não era possível deixarmos os nossos estudantes a essa distância toda, sem recursos para retornar. Por isso, entramos em contato com órgãos do Governo Federal e do Governo do Estado para que agilizassemos o retorno de todos”, explica Mariana.

Após o envio de ofício ao governador Marcos Rocha, na sexta-feira (3), o secretário-executivo do Gabinete do Governador, coronel Raulino Ferreira da Silva, solicitou à Casa Civil e à Secretaria de Saúde o atendimento ao pleito. Com o apoio do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Rondônia, o primeiro ônibus saiu na tarde desta terça-feira (7) rumo a Corumbá.

“Os estudantes voltarão a Rondônia em segurança. Só temos que agradecer a todos que se mobilizaram para que isso fosse possível e para atender nosso pedido, como o governador Marcos Rocha; o secretário-executivo do gabinete do governador, coronel Raulino; o chefe da Casa Civil, Junior Gonçalves; e o comandante geral do Corpo de Bombeiros, Coronel Farias”, afirmou a deputada.

Além do ônibus que saiu de Porto Velho nesta terça-feira, outros dois se deslocarão até o Mato Grosso do Sul para concluir o traslado dos estudantes.

PEDIDO AO ITAMARATY

No dia 17 de março, em discurso na Câmara, Mariana Carvalho chamou atenção sobre a situação dos mais de 15 mil turistas brasileiros que estavam em diversas nações impossibilitados de retornar ao Brasil devido ao fechamento de fronteiras e aeroportos. Desde então, o Ministério das Relações Exteriores mobilizou embaixadas e consulados para repatriar os brasileiros.

Na semana passada, a deputada comemorou o resultado, mas voltou a chamar a atenção para a necessidade de resgatar outras pessoas – cerca de 7 mil ainda não haviam regressado. “É um trabalho árduo, mas que precisa ser feito o quanto antes. São pessoas que estão sem condições financeiras para se manterem onde estão e enfrentando inúmeras dificuldades”. ​

Postar um comentário

0 Comentários