Porto Velho já imunizou 30 mil pessoas em dois dias de vacinação contra gripe; doses acabaram

Porto Velho já imunizou 30 mil pessoas em dois dias de vacinação contra gripe; doses acabaram

Ao menos 30 mil doses de vacina contra gripe já foram aplicadas nos dois primeiros dias de imunização contra a influenza em Porto Velho, segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). Nesta primeira fase, estão sendo vacinados idosos, principal grupo de risco e faixa etária com maiores índices de mortalidade pela Covid-19 (coronavírus) e também os profissionais da saúde.

De acordo com a Semusa, as doses de vacina foram fragmentadas pelo Ministério da Saúde que encaminhou apenas 20% do total necessário para a campanha na capital rondoniense. A expectativa agora é que uma nova remessa chegue no próximo dia 1º de abril. No entanto, caso chegue antes, a imunização será retomada.

A pasta da saúde ainda informa que devido a pandemia do coronavírus, todas as vacinas de rotina foram suspensas e a atenção foi voltadas apenas para a campanha contra a gripe, que pode ajudar a identificar casos suspeitos da Covid-19.

Em todo o país, a campanha pode atingir cerca de 67,6 milhões de pessoas. A meta é vacinar, pelo menos, 90% de cada um dos grupos prioritários até o dia 22 de maio.

Com o término das doses iniciais da vacina, as unidades de saúde, informa a Semusa, seguem seguirão atendendo os casos de síndromes gripais, mas nenhuma realiza coleta para diagnosticar coronavírus.

Próximas etapas

A etapa seguinte da campanha terá início no dia 16 de abril, com o objetivo de vacinar doentes crônicos, professores (rede pública e privada) e profissionais das forças de segurança. A última fase, que começa no dia 9 de maio, dará prioridade a crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com 55 a 59 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas com deficiência, povos indígenas, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

A vacina, composta por vírus inativado, é trivalente e protege contra os três vírus que mais circularam no Hemisfério Sul em 2019: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2).

Postar um comentário

0 Comentários