Não houve troca de tiros em assalto que resultou na morte de trabalhador, afirma sindicato

Porto Velho, RO - Sobre a ocorrência que resultou na morte do trabalhador Josimar Noé dos Santos, de 37 anos, na tarde desta sexta-feira (06), na Avenida José Vieira Caúla com Daniela, bairro Igarapé, na zona Leste de Porto Velho, o Sindicato dos Policiais Penais e Agentes de Segurança Socioeducativos do Estado de Rondônia (SINGEPERON) vem esclarecer:
O Policial Penal presente no local do crime, que foi baleado, não chegou a efetuar nenhum disparo com sua arma, embora a tenha sacado da cintura. Portanto, não houve troca de tiros, somente os bandidos atiraram.
O Policial Penal estava no local, percebeu a ação criminosa dos meliantes e agiu para tentar neutralizar a ação, porém evitou disparo para não pôr em risco a vida de inocentes que passavam pelo local.
Após ter recebido atendimento médico, o Policial Penal foi apresentado na Central de Polícia para prestar esclarecimentos na condição de testemunha; foi ouvido pelo delegado plantonista e foi liberado em seguida.
O Policial Penal apresentou sua arma para ser submetida à perícia, que irá comprovar que de fato o mesmo não chegou a efetuar nenhum disparo. Portanto, o tiro que atingiu a vítima Josimar Noé dos Santos partiu da arma dos meliantes que fugiram em uma motocicleta – os quais estão sendo procurados pela Polícia.
Sindicato dos Policiais Penais e Agentes de Segurança Socioeducativos do Estado de Rondônia (SINGEPERON)

Postar um comentário

0 Comentários