URGENTE

PRF apreende material de campanha de Sid Orleans e Leo Mores em veículo da Fhemeron; MP investiga



O Ministério Público de Rondônia (MP) por meio da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Ariquemes abriu processo investigatório para apurar o uso de uma camionete do Estado em transporte de material político. O veículo público é da Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Rondônia (Fhemeron), e era conduzida pelo servidor comissionado Élcio M.C., então motorista do órgão. O caso deve ser encaminhado para a Procuradoria Regional Eleitoral (MPE). A conduta é vedada por Lei.


Segundo a ocorrência da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no dia 27 de agosto, uma equipe recebeu denúncia de que um servidor da Fhemeron, estaria transportando materiais de campanha política no veículo oficial, Toyota Hilux, placa NDG-5781, que sairia de Porto Velho com destino a Ji-Paraná. Às 18h15, após revista no interior do carro foram encontrados vários materiais de campanha política do candidato a deputado estadual Sid Orleans (duas resmas de panfletos, 100 adesivos redondos) e 5 adesivos perfurados com os candidatos Léo Moraes e Sid Orleans. Outras caixas que estavam na camionete foram abertas posteriormente no Hemocentro Regional de Ariquemes, mas nada foi localizado.


Sobre o ocorrido, o presidente da Fhemeron, João Ricardo de Souza, informou que ficou sabendo do caso na última sexta-feira e imediatamente procurou o Tribunal Regional Eleitoral (TRE). “Após ser confirmado o que aconteceu, entrei em contato com a Casa Civil e pedi a exoneração do servidor e fui atendido. Vale ressaltar que nós não compactuamos com o uso da máquina pública para fins particulares”, esclareceu o presidente.


Questionado, o motorista alegou para o presidente que foi vítima de uma armação afirmando que o veículo estava com problemas na fechadura da porta e ele não sabia. “Essa viagem que ele foi designado para ele fazer acontece repentinamente três vezes por semana onde nós enviamos hemoderivados para o interior”, disse o presidente.


Para evitar que outros casos se repitam, o presidente disse todos os veículos serão rigidamente fiscalizados antes de sair da garagem e o motorista que antes viajava só, agora terá um acompanhante.

Sid explica
Ouvido pelo RONDONIAGORA, Sid Orleans, que já foi -diretor da Fhemeron, disse que está tranquilo e que o ocorreu foi uma tentativa de prejudica-lo. “Eu soube dessa situação através da própria imprensa. Procurei o motorista para saber o que tinha acontecido. Ele me falou que não tinha colocado e acreditava ter sido uma armação de pessoas que estão contra a nossa campanha, a nossa pessoa ou então contra ele mesmo, alguém querendo prejudicá-lo, que na verdade conseguiu prejudicado, ele foi exonerado da Fhemeron.”

Sid afirma que sua campanha nunca se envolveria em atos ilegais e que tem carros suficientes para fazer esse trabalho. “Eu dei uma lida na ocorrência, sei que foi pouquíssimo material.”
Ele disse ainda que qualquer pessoa pode ter acesso ao material de propaganda. “Nem eu, nem o Leo Moraes, teríamos necessidade de fazer isso, porque o que não falta é carro particular para levar ao longo da BR. Inclusive, o meu material, especificamente, agora é que está indo para toda a BR. Não havia necessidade de usar carro oficial se temos combustível, carro próprio, motorista. Foi realmente pra me prejudicar, prejudicar o Leo, prejudicar o próprio motorista. Porque na verdade ele nunca foi meu motorista, ele era gerente de transportes da Fhemeron, mas aí foi exonerado por causa desse fato.”


O deputado Leo Moraes negou participação e repudiou o ato.

FONTE: RONDONIAGORA

Nenhum comentário