Pré-candidato ao Senado acredita na força da renovação combinado com qualificação para chegar a vitória - Voz de Rondônia

sexta-feira, 6 de julho de 2018

Pré-candidato ao Senado acredita na força da renovação combinado com qualificação para chegar a vitória



O advogado Caetano Neto, vai apresentar seu nome na convenção do partido Podemos, que tem como candidato a Presidente da República o Senador Álvaro Dias do Paraná, para concorrer ao cargo de Senador nessas eleições. Caetano reputa larga experiência na atividade pública e legislativa onde exerceu cargos na área técnica jurídica, tanto na Câmara Federal e no Senado da República. Em Rondônia, o advogado atuou na Associação Rondoniense dos Municípios - AROM por cinco anos, foi procurador de município e de câmaras municipais e já atuou como coordenador jurídico da Comissão de Constituição e Redação da Assembléia Legislativa.




Além da experiência de mais de 30 anos de atuação na administração pública quando servidor do Estado, hoje somente na advocacia, cerca de 20 anos, Caetano Neto ganhou dimensão política estadual pelo trabalho que vem desenvolvendo desde o ano de 2015 a frente da Associação de Defesa dos Direitos da Cidadania em Rondônia - ADDC em face das várias ações e representações contra gestores públicos. Se apresenta ferrenho contra à corrupção e luta pela mudança no modelo institucional político administrativo para eliminar privilégios, mordomias, altos salários na coisa pública em todos os níveis. Caetano foi autor do pedido de cassação de 3 vereadores em Vilhena no ano de 2017, promoveu pedidos de CPI em várias cidades do Estado e acumula no MP, o maior número de representações por entidade,

contra agentes públicos e políticos.




O advogado afirma que pretende chegar ao Senado para combater o "balcão de negócios" revestido de emendas parlamentares, cuidar da reforma da previdência, alterar lei eleitoral exigindo que Partidos Políticos só possam apresentar nomes em convenção partidária desde que obtenha certidão eleitoral garantindo que está elegível e ainda alterar o artigo 31 da CF para instituir o Conselho Comunitário Não Remunerado que teria as mesmas atribuições e competência de Câmara Municipal, extinguindo assim, o cargo de Vereador para municípios com até 70 mil eleitores.




No geral, assegura Caetano, "no dever de atuar com lisura, ética, propor leis inteligentes, ter competência e qualidade participar dos debates de temas nacionais e internacionais e jamais votar como condição de negociação e/ou de "cócoras" do Poder Central. Base aliada comigo não funciona, serei base aliada do povo e mostrarei que é possível mostrar serviços e desempenhar bem o seu mandato sem ser submisso a governos.




Na atualidade, assevera o advogado, "a população vem despertando para a renovação eleitoral, contudo, as pesquisas apontam para a continuidade dos políticos carreiristas, valendo observar que quando os eleitores faz opção para o casuísmo e a mesmice de sempre, essa população revela, se não o analfabetismo político que impera na maioria, mas também mostra estar associada ao tipo de político que ela quer. Contra os detratores da coisa pública, contra os que roubaram vidas nos hospitais e toda a falência dos serviços públicos, impondo sofrimento e humilhação ao povo, dado o desvio do dinheiro público dominado pela corrupção, contra esses, que esperam manter tudo como está, somente um levante da massa popular liderado pelas pessoas de bem, oportunizará que nomes novos e com ideias de um novo modelo público possa chegar a vitória. Sem isto, permanecerá o modelo de politicalha de sempre."

Nenhum comentário:

Postar um comentário