URGENTE

Cristiane Lopes é contra a legalização do aborto



A vereadora Cristiane Lopes (PP) é proponente da Moção de Repúdio aprovada na Câmara Municipal de Porto Velho, que será encaminhada ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a ação que tem por objetivo ampliar a legalidade do aborto para até o terceiro mês de gravidez.

Cristiane Lopes explica o porquê de sua opinião e agradece o apoio dos demais parlamentares. "Na minha opinião o aborto fere o dom precioso da vida e coloca em risco a saúde da mãe, que também está vulnerável com a situação. Acredito que a solução para os problemas trazidos pela gravidez indesejada seja a promoção de políticas públicas que ajudem a cuidar do bebê e da mãe tanto na parte física, psicológica e espiritual. Agradeço o apoio dos nobres pares nesse manifesto à favor da vida", destaca.

A vereadora ressalta ainda que não é função da Justiça legislar sobre a legalização do aborto no Brasil. E que isso deve ser feito pela Câmara Federal e debatido com a população. "Devemos levar em consideração a opinião da maioria dos brasileiros. E esta é uma competência dos Deputados Federais que legislam e são os representantes do povo no Congresso Nacional", enfatiza.

Outras entidades do país inteiro também já manifestaram a opinião contrária e encaminharam Nota de Repúdio a ação que é de autoria do Partido Socialismo e Liberdade cuja intensão é que o Sistema Único de Saúde realize os procedimentos, independente dos argumentos da gestante para a retirada do bebê, entre elas estão: a CNBB Regional Sul, a Associação Nacional de Juristas Evangélicos – ANAJURE, a Câmara Municipal de Jaraguá do Sul/SC, a Câmara Municipal de Estância/SE, Arquidiocese de Porto Alegre/RS, a Diocese de Anápolis/GO.

Nenhum comentário