URGENTE

PM prende quadrilha que abastecia bocas de fumo em Rondônia com drogas vindas do Paraguai e da Bolívia

PM prende quadrilha que abastecia bocas de fumo em Rondônia com drogas vindas do Paraguai e da Bolívia
Oito homens, um adolescente e uma mulher foram detidos pela Polícia Militar (PM) na noite desta última sexta-feira (27), em Porto Velho, suspeitos de integrar uma quadrilha que abastecia pontos de venda de drogas na capital com cocaína e maconha vindas do Paraguai e da Bolívia.

Com o bando, a polícia apreendeu mais de 20 quilos de maconha e oito invólucros de cocaína. A cocaína era o que restava de 30 quilos da droga, foi adquirida no Paraguai e transportada para Porto Velho, de ônibus, por uma mulher não identificada.
O entorpecente chegou na capital na madrugada desta sexta e foi entregue aos traficantes na rodoviária.
Segundo a polícia, o bando também é envolvido com o roubo de motos. No esconderijo da quadrilha, localizado na Rua Júpiter, na Zona Sul da capital, os policiais apreenderam uma motocicleta que estava desmontada e embalada em caixas de papelão.
O veículo seria levado para a Bolívia, onde seria trocado por drogas.

A residência que servia de esconderijo para os suspeitos, de acordo com registro da ocorrência, era alugada e pertence a tia de um tenente da PM. No local foram apreendidos 16 quilos de maconha divididos em tabletes de um quilo cada.

O suposto chefe da quadrilha foi identificado. Na casa dele, no bairro São João Batista, mesma região da capital, foi preso um casal e apreendidas as porções de cocaína e grande quantidade de ácido bórico.

Ocorrência

A quadrilha, que foi autuada por tráfico de entorpecente, associação criminosa e receptação, começou a ser desarticulada por volta das 18h de sexta-feira, quando uma equipe da PM abordou um veículo com dois suspeitos, na Estrada do Areia Branca.

Segundo registro de ocorrência, a PM tinha informações de que traficantes, em um veículo de cor cinza, estavam distribuindo drogas em bocas de fumo da cidade. Em patrulhamento pela Estrada do Areia Branca, os policiais localizaram o veículo dos suspeitos.
Na abordagem, duas pessoas foram presas. Dentro do carro, a PM localizou quatro tabletes grandes e um pequeno de maconha, pesando cerca de 4 quilos.


Os suspeitos afirmaram que entregariam a droga a um desconhecido. Com apoio de outra guarnição e de moradores da região, os policiais conseguiram localizar a residência que servia de ponto de distribuição de drogas.
Quando os policiais chegaram, várias pessoas correram e soltaram um cão da raça Pit Bull para avançar nos policiais. Os militares fizeram cerco e todos os suspeitos foram presos.

Dentro do imóvel, a PM localizou 17 tabletes de maconha dentro de uma bolsa preta, pesando cerca de 16 quilos.
Os suspeitos confirmaram que estavam preparando a droga para ser distribuída nas bocas de fumo da capital. Foi encontrada ainda uma motocicleta desmontada, embalada em caixas, pronta para ser levada para a Bolívia, onde seria trocada por droga. A moto tinha restrição de roubo.

A polícia foi à residência do suposto chefe da quadrilha, no bairro São João Batista, onde foram presos mais dois suspeitos. No local, em uma sacola dentro de um guarda-roupas, a polícia apreendeu oito invólucros de cocaína e grande porção de ácido bórico.
Segundo os suspeitos relataram à PM, 30 quilos da droga chegaram na madrugada de sexta, vinda do Paraguai.

De acordo com a polícia, o chefe do bando é foragido da penitenciária estadual Milton Soares de Carvalho. O bando alegou fazer parte de uma facção criminosa do Rio de Janeiro.

Nenhum comentário