Mãe sufoca filha com crucifixo para a exorcizar alegando que ela estaria possuída - Voz de Rondônia

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Mãe sufoca filha com crucifixo para a exorcizar alegando que ela estaria possuída


Uma mulher começou, esta quarta-feira, a ser julgada por homicídio no estado do Oklahoma, EUA, depois de ter sido acusada de matar a filha de 33 anos, Genebra Gomez. As autoridades competentes alegam que a mulher terá forçado a entrada de um crucifixo e de um medalhão na garganta da filha, acreditando que esta estaria possuída pelo diabo.
Juanita Gomez, de 51 anos, declarou-se, porém, inocente do crime de homicídio em primeiro grau que remonta a 2016.
Durante as alegações iniciais em sede de julgamento, os promotores (figura equivalente ao Ministério Público no sistema jurídico português) descreveram a cena como “horrível”, revela a Associated Press.
O namorado, Francisco Merlos, testemunhou que quando encontrou o corpo de Genebra os seus braços estavam esticados como se ela “tivesse sido crucificada”.
Juanita Gomez terá alegado falta de memória, garantindo não se recordar do incidente. Mas o psicólogo forense declarou em tribunal que a arguida estaria a mentir.
A sentença será conhecida ainda esta semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário