URGENTE

Em coletiva, prefeito dr Hildon Chaves presta contas à população



O prefeito de Porto Velho, dr Hildon Chaves, reuniu jornalistas em seu gabinete nesta terça-feira (19) para uma coletiva de imprensa, ocasião em que fez um breve balanço do seu primeiro ano de gestão. Apesar das dificuldades encontradas, dr Hildon afirmou que foi possível conseguir alguns, principalmente na área da infraestrutura com a execução do programa de pavimentação e recapeamento com a recuperação de várias vias da cidade.

Com recursos próprios, a Prefeitura de Porto Velho conseguiu fazer 45 quilômetros de asfalto neste primeiro ano de mandato. Mas 20 quilômetros estão previstos para os bairros Flamboyant e Conceição (10 quilômetros em cada bairro) com drenagem, calçada, meio-fio e sarjeta. Em convênio com o Batalhão de Engenharia de Construção (5o BEC), serão feitos outros 27 Km de vias nos bairros Mariana e São Francisco. Entre asfalto feito e obras em execução ou lançadas, são quase cem quilômetros no primeiro ano, algo jamais visto em Porto Velho.

“Temos ainda R$ 132 milhões oriundos de emenda coletiva da bancada federal para serem aplicado em pavimentação. Desse montante, já conseguimos que fossem empenhados R$ 80 milhões, dos quais R$ 32 milhões só para recapeamento de vias e o restante para asfalto novo. Esse recurso é fruto de uma articulação que fiz no final do primeiro turno da eleição do ano passado, quando ainda nem era prefeito”, disse.

SAÚDE, TRANSPARÊNCIA E URBANIZAÇÃO

Na área da saúde, o prefeito destacou a regularização do abastecimento de remédios nas unidades básicas de saúde, que desde o ano passado sofriam com a falta de medicamentos. Outro avanço neste setor, foi a inauguração da UBS do Castanheira, entregue na semana passada à população. A unidade funciona com Platão Corujão prestando atendimento no período da noite, a exempla da UBS Maurício Bustani.

O município avançou também no que diz respeito a transparência. Até o ano passado o índice de transparência do município era de 64%. No primeiro ano da gestão do prefeito dr Hildon Chaves esse índice chegou a 91%. “Esse índice mostra que a nossa gestão é transparente e austera em todas as partes, reconhecida pelo Tribunal de Contas. Isso prova que estamos gastando menos, mas aplicando melhor os recursos do contribuinte”, frisou.

A Prefeitura de Porto Velho também investiu na urbanização e embelezamento da cidade com a realização de mutirões de limpeza na área urbana e nos distritos que melhoraram o aspecto paisagístico da capital e contribuíram para reduzir os índices de doenças transmitidas por mosquitos. A frente da cidade também recebeu atenção especial do município com a realização de ações na BR 364.

EDUCAÇÃO E PARCERIA PÚBLICO PRIVADA

Uma das principais prioridades da atual gestão, a educação também recebeu atenção dobrada nesse primeiro ano da administração do prefeito dr Hildon Chaves. Vários treinamentos e cursos de qualificação foram ofertados aos servidores da Secretaria Municipal de Educação (Semed) com o intuito de melhorar a nota do município na avaliação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

“Também firmamos parceria com o Instituto Ayrton Senna e a Fundação Lemann visando melhorar a qualidade do ensino do município. E nessa questão específica do Ideb a nota de Porto Velho tem sido vergonhosa”, lembrou o prefeito. Na última avaliação, o município ficou com 4,4 pontos, bem abaixo de outros municípios. Cacoal, por exemplo, conseguiu 6,4 pontos no Ideb.

Avanço significativo também teve o programa de Parceria Público Privada instituído pelo prefeito dr Hildon. O primeiro projeto a ser lançado, o de iluminação pública conta com 12 empresas habilitadas a desenvolver o projeto. Para 2019, estão previstas a licitação para as obras de saneamento, (água e esgoto) que retornaram para o município. Há ainda a previsão de construção de um Shopping Popular de três pavimentos onde funcionava o Terminal Municipal de Integração.

“Ao contrário do que ocorre com a maioria dos prefeitos, que não conseguem fazer nada no primeiro ano de mandato, nós fizemos muito. Só para se ter uma ideia, conseguimos entregar 998 títulos de propriedade e resolver questões históricas como a regularização fundiária de bairros inseridos na chamada ‘Figura A’, um processo que já durava mais de cem anos. Acreditamos que o próximo ano será bem melhor”, disse otimista o prefeito que ainda desejou feliz Natal e ano novo repleto de realizações aos portovelhenses.

Nenhum comentário