URGENTE

CAERD: com 3 meses de salários atrasados, servidores invadem a frente do CPA


Porto Velho,RO- O Sindur, sindicato que representa a categoria, afirmou que decidiu deflagrar o movimento após várias tentativas de  dialogar com a Diretoria da Caerd e não obter êxito. A entidade acusa também a empresa de descumprir o indicativo de pagamento dos salários de Agosto e Setembro para 31/10, indicativo este feito pela Casa Civil, através do secretário Emerson Castro, e conforme deliberação dos trabalhadores.
Segundo o sindicato, o movimento grevista foi deliberado em assembleia realizada no dia 05 de outubro. Ficou decidido que a greve seria a partir do dia 07/11, caso a direção da empresa não regularizasse os salários atrasados, porém foi pago apenas 98% da folha de agosto, sem ter qualquer previsão para setembro e o mês de outubro vence no próximo dia 07/11.
O Sindur acusa ainda a diretoria da Caerd de  adotar medidas que de nehuma forma beneficia seus trabalhadores, inclusive fazendo pagamentos por lotes, sendo que os primeiros a receber são sempre os cargos comissionados e a própria Diretoria.
Para a entidade sindical, se depender da diretoria da empresa os trabalhadores irão virar o ano de 2017 com três meses de salários atrasados ou mais, “Infelizmente sabemos que isso faz parte dos planos do Governo para privatizar a Caerd, pois, de agosto a outubro deste ano, a Caerd arrecadou em torno de 27 milhões, sendo que tem 2 faturamentos de novembro e dezembro para uma obrigação de salários já vencidos de setembro e outubro e os que vão vencer, que são novembro, dezembro e o 13º”, afirmou a direção.


Nenhum comentário