Revendedoras de gás de Cacoal não praticam concorrência, segundo pesquisa do Procon - Voz de Rondônia

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Revendedoras de gás de Cacoal não praticam concorrência, segundo pesquisa do Procon




As revendedoras de gás de Cacoal não praticam concorrência, segundo uma pesquisa do Programa de Proteção ao Crédito (Procon). O estudo foi realizado após reclamações dos moradores e foi encaminhado ao Ministério Público (MP) de Rondônia que deve investigar se existe cartel na cidade.


O G1 mostrou, através de um levantamento feito no mês de outubro, o preço do gás em 16 cidades de Rondônia, sendo que Cacoal, município a 480 quilômetros de Porto Velho, é a cidade do estado onde os moradores estão pagando mais caro pelo produto: R$ 87 por uma botija de 13 kg.


De acordo com o coordenador do Procon em Cacoal Bernardo Schmidt Penna, quando decidiu fazer a pesquisa, a intenção foi de alertar os consumidores sobre a importância de fazer pesquisa de preço, acreditando que encontraria preços diferentes na revenda do produto.


“Para minha surpresa, visitamos nove revendedoras de gás no município e descobrimos que todas praticam o mesmo preço na venda da botija de 13 kg, sendo R$ 87 para entrega do produto a domicílio e R$ 83 para tirar o produto no comércio, portanto em Cacoal não existe concorrência”, explicou Bernardo.


Com a pesquisa concluída, o órgão encaminhou as informações através de um ofício para o Ministério Público (MP), pedindo providências sobre a possibilidade de que exista um cartel na cidade.


“Esses preços idênticos podem caracterizar um cartel, mas isso terá que ser apurado, analisado, não tem como fazermos nenhuma análise preliminar, precipitada a respeito do fato, mas posso assegurar que essa coincidência de ter os preços idênticos gera surpresa”, afirmou Schmidt.


A equipe do G1 procurou o Ministério Público para falar sobre o assunto, mas segundo a promotora o documento com a pesquisa realizada pelo Procon só chegou no órgão no final de quinta-feira (26) e não foi possível analisar. Somente após avaliar a pesquisa é que poderá se pronunciar sobre o assunto.

Veja abaixo os preços das botijas de gás em 16 cidades:


1ª - Cacoal: R$ 87
2ª - Costa Marques: R$ 84
3ª - Cabixi: R$ 80
4ª - Colorado do Oeste: R$ 80
5ª - Espigão D'Oeste: R$ 80
6ª - Cerejeiras: R$ 78
7ª - Buritis: R$ 78
8ª - Vilhena: de R$ 77 a R$ 80
9ª - Ariquemes: R$ 75
10ª - Campo Novo: de R$ 75 a R$ 77
11ª - Machadinho D'Oeste: de R$ 75 a R$ 78
12ª - Guajará-Mirim: R$ 75
13ª - Nova Mamoré: de R$ 73 a R$ 75
14 ª - Ji-Paraná: R$ 70
15ª - Porto Velho: R$ 68
16ª - Candeias do Jamari: R$ 63

Nenhum comentário:

Postar um comentário